Vindo do México, novo Tiguan chegará ao Brasil em 2018

Segunda geração do SUV será lançada inicialmente na versão Allspace, com 7 lugares
Volkswagen Tiguan 2018

Volkswagen Tiguan 2018 | Imagem: Divulgação

Não será mais neste ano que a Volkswagen colocará no mercado brasileiro o novo Tiguan, SUV de porte médio que começou a ser vendido na Europa em 2016. De acordo com relatos de alguns veículos de imprensa convidados pela montadora para um test-drive com o modelo na Europa, o Tiguan será lançado no Brasil apenas no início de 2018.

Mas a espera deve valer a pena. Em vez de ser importado da Alemanha, o Tiguan virá do México e deve se beneficiar da ausência de imposto de importação. Outra novidade é que a Volks lançará primeiro no país a inédita versão Allspace, mostrada em Genebra e que tem capacidade para sete passageiros.

É uma boa explicação para a ausência do novo modelo no Salão do Automóvel do ano passado. O novo Tiguan até ‘apareceu’ mas como uma maquete que mostrava o funcionamento da versão híbrida.

Vendas modestas

Apesar de possuir uma das melhores dirigibilidades para um SUV que se tem notícia, o Tiguan nunca teve um desempenho de vendas à altura, culpa do custo elevado das versões europeias. Mesmo agora que possui uma versão com motor 1.4 TSI, por R$ 128,3 mil, o modelo da Volkswagen vende pouco – em 2016 foram apenas mil unidades.

A nova geração chega praticamente dez anos após a primeira, uma eternidade em matéria de SUVs. Não que o Tiguan tenha perdido virtudes nesse período – ele ainda é ótimo de dirigir, bem equipado e espaçoso -, mas o mercado pede novidades, como vemos na concorrência.

A versão Allspace deve ter vendas mais restritas por ser a topo de linha. Conta com motor 2.0 TSI com 220 cv, tração 4Motion (integral) e câmbio de dupla embreagem. É um carro maior e que utiliza a conhecida plataforma MQB, nascida com o Golf. Ou seja, seu custo de produção é baixo, o que permitiria uma estratégia mais ousada da Volkswagen. Isso, no entanto, só saberemos dentro de um ano.