Volkswagen deve importar Golf VII ainda em 2013

Versão mais atual do hatch médio estreará apenas na versão topo de linha Highline enquanto produção no Brasil não é iniciada

Volkswagen Golf VII | Imagem: Divulgação

A novela do Golf parece estar chegando ao fim. Depois de 13 anos vendendo a mesma geração do hatch médio, a Volkswagen deverá lançar no início do 2º semestre o Golf VII, lançada na Europa há poucos meses.

Segundo uma fonte do site, o Golf virá importado, provavelmente da Alemanha, na versão Highline, mais sofisticada e que usa o motor 1.4 TSI, turbo com injeção direta de 140 cv e transmissão de dupla embreagem DSG.

É uma forma de antecipar a chegada do modelo ao mercado brasileiro enquanto a Volks formata o início de produção no Brasil, na fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, juntamente com o novo Audi A3, reeditando uma antiga receita da década passada.

O novo Golf já teve a produção confirmada no México visando principalmente o mercado norte-americano, mas a ideia original era trazê-lo de lá para o Brasil. As cotas de importação implementadas pelo governo federal, no entanto, impediram que isso virasse realidade a VW traz de lá o Jetta e o Fusca, que têm bom volume de vendas.

Hiato de duas gerações

A atualização do Golf no Brasil corrige um hiato de duas gerações em que os consumidores daqui viram passar longe das concessionárias. A 4ª geração foi lançada em 1998 com estardalhaço e tecnologia que era, até inédita, no País. Mas mesmo vendendo bem e mantendo a imagem de hatch desejado, a Volks decidiu não renová-lo quando a 5ª geração surgiu na Europa. O alto custo de produção teria sido o vilão da história. A geração 6, lançada na Alemanha no final de 2008, chegou a ser cogitada para o Brasil em vários momentos, mas sem sucesso.

Veja também: conheça o novo Volkswagen Golf VII

Para dar uma sobrevida ao hatch médio, a filial brasileira promoveu uma reestilização em 2007 com um desenho local. Se tudo der certo, esse Golf de 1999 sairá de linha em 2014.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!