Um sedã compacto com pinta de médio. Assim é o Virtus, que a Volkswagen apresenta à imprensa especializada nesta segunda-feira (22) em São Paulo. Como o Autoo antecipou, o novo sedã não será vendido com motor 1.0 aspirado – em vez disso, ele começa com o 1.6 16V MSI e câmbio manual. Essa versão de entrada custará R$ 59.990, R$ 2.800 a mais que o Chevrolet Prisma LT 1.4 manual, principal rival e líder do mercado.

Apesar da expectativa, a Volks não incluiu o Virtus 1.6 automático, que poderia ocupar um nicho importante entre a versão 1.6 (117 cv e 16,5 kgfm de torque) e as versões mais sofisticadas. É uma pena porque o Virtus já vem bem equipado de série. Ele traz direção elétrica, ajuste de altura do banco, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas, rádio Media Plus com Bluetooth além de computador de bordo. Na parte de segurança, o Virtus sai de fábrica com quatro airbags, assim como o Polo, além de sistema Isofix para cadeirinhas infantis. Como opcionais é possível adquirir dois pacotes, um que inclui a central multimídia CompositionTouch, volante multifuncional, controle de estabilidade e rodas de liga leve de 15 polegadas. O segundo pacote traz apenas o controle de estabilidade e tração.

Mas se você tem quase R$ 14,5 mil a mais na conta bancária é possível migrar para a versão Comfortline automática que utiliza o motor 1.0 TSI de 128 cv de potência e 20,4 kgfm de torque. O Virtus Comfortline sai por  R$ 73.490 e sai da concessionária com vários itens que na 1.6 são opcionais: controle de estabilidade, central multimídia Composition Touch com tela de 6,5”, volante multifuncional com comandos de voz e faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas, mas também painéis do interior em cinza e preto, volante com regulagem de altura e distância, descansa braço central, banco traseiro bipartido retrovisores elétricos, sensor de estacionamento e lanternas escurecidas.

Mas há equipamentos opcionais também como chave de partida remota, controle de cruzeiro, sensor de estacionamento dianteiro, retrovisor eletrocrômico, paddle-shifts e rodas de liga aro 16. No pacote mais exclusivo é possível equipar o Virtus com ar-condicionado digital, câmera de ré, sistema de pré-frenagem automática, sensor de chuva e crepuscular e até o detector de fadiga, aquele famos símbolo de cafezinho que lhe sugere dar uma parada para “acordar”.

Porte de sedã médio

A versão Highline 200 TSI praticamente transforma o Virtus num sedã médio, inclusive pelo preço de R$ 79.990. Além de vir equipado com quase tudo que é opcional no Comfortline, o Highline tem como diferenciais os faróis de neblina com o sistema “cornering lights” que ilumina o piso em curvas, luz diurna de LEDs e porta-luvas refrigerado.

Apesar disso, a Volkswagen ainda mantém o costume ruim de deixar apenas como opcionais alguns equipamentos exclusivos como o painel de instrumentos Active Info Display, 100% digital, e a central Discovery Media com 8 polegadas. O Virtus Highline custa bem mais que o Prisma 1.4 LTZ automático, mas traz bem mais que o Chevrolet oferece. São, no entanto, praticamente R$ 10 mil de diferença.

Design bem resolvido

Ao menos num ponto, o Virtus já começa com o pé direito, no design. O estilo elegante e esportivo ficou muito bom e o fato de o sedã ter o entre-eixos de generosos 2,65 o coloca num patamar que vai incomodar muita gente do andar de cima. Pegue-se o exemplo do Honda City, que vai trazer novidades em fevereiro já prevendo a chegada de concorrentes. O Virtus é maior que ele e quase tem o mesmo porta-malas (521 litros contra 536 litros incluindo um compartimento interno). Só que o Honda tem preços que vão de R$ 75,7 mil a R$ 81,4 mil e isso na linha 2017.

Confira a avaliação do Autoo com o Volkswagen Virtus 2019 nesta semana.

 
 
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
Volkswagen Virtus 2019
Volkswagen Virtus 2019
 
 
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/