VW exibe o novo Passat no Brasil

Rival do Ford Fusion, sedã médio-grande chegará ao país em duas versões

Volkswagen Passat 2016 | Imagem: Divulgação

A Volkswagen apresentou na noite desta terça-feira (24) um gostinho da oitava geração do Passat, que está com o início das vendas confirmado para os primeiros meses de 2016.

Importado da Alemanhã, o novo Passat vai disputar mercado com o bem-sucedido Ford Fusion e terá condições para fazer bonito por aqui.

O grande salto do sedã está no uso da nova plataforma modular MQB, que ajuda até na otimização do espaço interno. O Passat ficou 2 mm mais curto (totalizando 4.767 mm), porém o entre-eixos cresceu 79 mm, passando para 2.791 mm. Com o balanço dianteiro (a distância do dentro da roda até a ponta do para-choque) 29 mm menor e o traseiro reduzido em 17 mm, a cabine ganhou 33 mm. Bem mais equipado, o novo Passat vai desembarcar por aqui em duas versões, a Comfortline (R$ 144.500) e a Highline (R$ 151.300). 

A primeira, de entrada, conta com start-stop, bancos dianteiros com aquecimento e regulagem elétrica do encosto do motorista, seis airbags (dianteiros, laterais e tipo cortina), ar-condicionado Climatronic com três zonas de resfriamento – motorista, passageiro e ocupantes do banco de trás –, iluminação em LED na região dos pés, relógio analógico no painel, sistema Kessy (acesso ao veículo sem uso de chave e partida por botão no console) e sistema de infotainment Discover Media, com tela sensível ao toque (touchscreen) de 6,5”, colorida, de alta resolução e conectividade avançada com os smartphones por meio da tecnologia Volkswagen App-Connect.

O Passat Comfortline também conta com porta-luvas refrigerado, volante multifuncional, rodas de liga leve aro 18”, computador de bordo, controlador de velocidade de cruzeiro e o prático recurso Easy Open, que permite abrir a tampa do porta-malas apenas passando os pés abaixo do para-choque traseiro. O sistema ajuda muito quando você está com as mãos ocupadas, por exemplo. O único opcional do Passat Comfortline, adianta a Volkswagen, será o teto solar panorâmico com acionamento elétrico.

Já o Passat topo de linha, na configuração Highline, acrescenta bancos dianteiros com ajuste elétrico, aquecedor e apoio lombar com massageador para o motorista; memória para o banco do motorista e função “easy entry” – que recua automaticamente o banco para ampliar a área de acesso ao veículo e o retorna à posição original; câmera traseira de auxílio ao estacionamento e retrovisores externos elétricos com memória do lado do motorista.

Na opção Highline, o Passat também traz de série os modernos faróis com iluminação por leds e o sistema DLA (Assistente de Luz Dinâmica), que regula automaticamente o facho alto.

Além do teto solar panorâmico, o Passat Highline terá como opcional o pacote Premium, que contempla a central multimídia com tela de 8”, sistema de som Dynaudio Confidence com 700W de potência distribuídos em 11 alto-falantes, assistente de estacionamento (Park Assist 3.0), controle de velocidade de cruzeiro adaptativo (ACC), painel digital programável e o aviso de mudança de faixa (side assist).

O motor, por sua vez, segue um 2.0 TSI, mas equipado com as soluções de economia de combustível BlueMotion Technology e 220 cv de potência. O torque agora é de 35,7 kgfm, ou 7 kgfm a mais em relação ao Passat da geração anterior. Segundo a VW, o sedã é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em bons 6,7 segundos e atingir 246 km/h de velocidade máxima.