VW Passat vira híbrido e faz até 50 km/l

Nova versão GTE anda como esportivo e pode percorrer mais de 1.000 km com um tanque

VW Passat GTE | Imagem: VW

O Passat, um dos carros mais tradicionais da VW ao lado do Golf, evoluiu para a fase híbrida. A montadora anunciou nesse domingo (28) a chegada do Passat GTE, versão que combina motor a gasolina com outro elétrico para reduzir significativamente o consumo de combustível. Não só isso, trata-se de um carro híbrido do tipo “plug-in”, que pode recarregar as baterias em tomadas elétricas.

O conjunto mecânico do Passat GTE é composto pelo motor 1.4 TSI a gasolina capaz de gerar 156 cv combinado a outro elétrico com mais 115 cv. O controle da motorização é feito pelo câmbio DSG de 7 marchas e dupla embreagem e no modo híbrido a potência chega 218 cv e torque vai a 40,7 kgfm.

Segundo a Volkswagen, o Passat híbrido foi homologado para rodar 100 km consumindo apenas 2 litros de gasolina. Com um consumo médio de 50 km/l, a marca afirma que o modelo pode percorrer mais de 1.000 km sem precisar reabastecer – o tanque comporta 50 litros de combustível. As baterias ainda podem ser recarregadas pela ação de frenagens e desacelerações da roda.

Veja mais: Volkwagen Jetta será produzido no Brasil

Rodando somente com o motor elétrico, o Passat GTE pode atingir a velocidade máxima de 130 km/h e percorrer até 50 km. Já com ajuda do motor a combustão, que por sinal é turbo, o desempenho é digno de sedã esportivo: acelera do 0 aos 100 km/h em menos de 8 segundos e alcança 220 km/h de velocidade máxima.

A transformação para a versão híbrida trouxe novidades no visual, com uma faixa azul acima da grade frontal e selos da série nas laterais do carro. Outro detalhe, esse bem discreto, é a grade frontal selada no lado esquerdo para gerar melhor aerodinâmica, já que atrás vai o motor elétrico e ele não precisa de ventilação. Por dentro, a novidade são as indicações sobre as condições do motor elétrico e carga da bateria, que aparecem na tela da central multimídia e no monitor central no painel.

Interessados no Passat GTE, porém, terão de esperar sentados. O carro, que também terá a versão perua Variant, será apresentado oficialmente no Salão de Paris, em outubro, mas suas vendas na Europa e Estados Unidos começam apenas no segundo semestre de 2015. O preço do carro ainda não foi divulgado.