VW revela mais um SUV elétrico e anuncia GTX como nova linha esportiva

ID.6 terá duas variantes na China: o CROZZ, feito pela FAW, e o X, produzido pela Shangai-VW
Volkswagen ID.6 2022

Volkswagen ID.6 2022 | Imagem: Divulgação

A estratégia da Volkswagen para o mercado chinês é ousada. A marca pretende que metade de seus veículos vendidos por lá sejam 100% elétricos até 2030. Depois de revelar o compacto ID.3 e o SUV ID.4, a empresa revelou no Salão do Automóvel de Xangai o terceiro membro de sua família de elétricos: o ID.6.

Mesclando as linhas de um utilitário esportivo com a praticidade de uma minivan, a novidade terá duas variações, pois a Volkswagen trabalha com duas parceiras na China e cada uma terá seu próprio ID.6. No norte, a FAW construirá o ID.6 CROZZ (modelo laranja nas imagens). No sul, a Shanghai-VW ficará encarregada de produzir o ID.6X (roxo).

O Volkswagen ID.6 é 30 cm mais comprido que o ID.4. Além de oferecer um entre-eixos um pouco maior, ele já foi feito para acomodar 7 ocupantes, sendo que a terceira fileira fica no bagageiro e é dobrável. Entre as diferenças da dupla, ID.6 X tem faróis mais arredondados, tomadas de ar maiores e, na traseira, as lanternas iluminadas de ponta a ponta. O ID.6 Cross, por sua vez, tem a placa traseira na tampa do porta-malas e elementos que inspiram maior robustez, como faixas pretas maiores nos para-choques. 

Volkswagen ID.6 2022
Volkswagen ID.6X (esq.) e ID.6 CROZZ (dir.)
Imagem: Divulgação

Nas medidas, o VW ID.6 tem 4,88 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,68 m de altura e 2,96 m de entre-eixos. Por dentro, a marca fez questão de destacar que não há nenhum controle por botão físico na cabine. Todos estariam concentrados na central multimídia com tela de 12 polegadas montada no painel.

A novidade da Volkswagen será oferecida na China com três opções de potência: motor elétrico único com 179 cv ou 204 cv e, por último, a versão mais forte já traz 305 cv e tração integral graças ao uso de dois propulsores, um em cada eixo. Dotado de baterias com 57 kWh ou 77 kWh, o modelo tem autonomia declarada variando entre 436 km e 588 km. Na variante mais potente, o ID.6 consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos e a velocidade máxima é limitada a 160 km/h.

Linha GTX será a opção esportiva dos elétricos da VW

GTX será a sigla usada pelos modelos esportivos elétricos da Volkswagen
GTX será a sigla usada pelos modelos esportivos elétricos da Volkswagen
Imagem: Divulgação

Atualmente, a Volkswagen já tem duas siglas para designar seus modelos mais esportivos globalmente. A primeira é a icônica GTI, com carros movidos por motores convencionais a combustão. Mais recentemente, a empresa começou a oferecer os GTE, dotados de propulsores híbridos. Agora, a marca revelou que lançará mais uma sigla.

Trata-se da GTX e ela será exclusivamente utilizada pelos modelos elétricos da Volkswagen. O primeiro carro a estrear a nomenclatura será o ID.4 GTX. Baseado no atual SUV elétrico da marca, a novidade deverá ser revelada por completo no próximo dia 28 de abril, quando seus detalhes e performance devem ser divulgados.