VW Tiguan Allspace R-Line enfrenta o Jeep Compass S em briga de SUVs médios

O modelo da marca alemã é recém-lançado e o rival deverá mudar no ano que vem
VW Tiguan AllSpace da linha 2024 ao lado do Jeep Compass S, o mais equipado da linha até agora

VW Tiguan AllSpace da linha 2024 ao lado do Jeep Compass S, o mais equipado da linha até agora | Imagem: Carlos Guimarães

Quem precisa de espaço e costuma viajar tem nos SUVs médios uma boa alternativa. O Jeep Compass é o líder de vendas do segmento, conforme dados da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos) e como desafiante neste comparativo o Volkswagen Tiguan R-Line 2024 (R$ 278.990), que chegou do México há um pouco mais de dois meses. 

VEJA TAMBÉM:

Trata-se da versão única do SUV médio de 7 lugares que recebeu retoques no desenho e uma série de mudanças, ficando mais equipado e com ajuste mais voltado para economia de combustível. Para enfrentá-lo, convocamos a versão mais equipada do Compass (R$ 249.990), que leva cinco ocupantes, custa menos que o rival, mas não tem algumas comodidades que a dose extra de sofisticação do VW pode dar.

Logo de cara, o Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 2024 vem com faróis de LED inteligentes (iQ.Light) que se ajustam sozinhos para não ofuscar outros carros e até mesmo iluminam com precisão até mesmo placas de trânsito, além de dispensarem os faróis auxiliares, algo que nem o Compass S mais equipado não tem, pelo menos nesta geração, que está no fim do seu ciclo até a chegada da próxima, esperada para 2025. 

Além disso, o SUV da marca alemã conta com controle automático de descida e sistema que ajuda a manter o carro sempre dentro da faixa de rodagem, outros dois itens que não existem no Compass, que contra-ataca com uma central multimídia que oferece mais conectividade  por ter GPS nativo com informações do trânsito em tempo real e funções do veículo controlados por meio de aplicativo de celular. 

Bons para pegar a estrada

Volkswagen Tiguan Allspace tem a vantagem de ter recebido retoques no desenho e pode levar até 7 ocupantes
Volkswagen Tiguan Allspace recebeu retoques no desenho e pode levar até 7 ocupantes
Imagem: Carlos Guimarães

Mas o Tiguan é mais espaçoso (porta-malas de 686 litros, ante 410 litros do Compass) e confortável, com aquecimento, ajustes elétricos e memória no banco do motorista e encosto do banco da fileira central reclinável. O acabamento é um pouco mais caprichado do que no Compass, mas só o modelo da Jeep tem subwoofer no porta-malas e roteador Wi-Fi, o que é sempre útil para manter a criançada distraída em uma viagem um pouco mais longa no final de semana. 

Mesmo assim, no cômputo geral, até pela diferença de preço, o pacote de equipamentos do Tiguan é um pouco mais completo, com itens como tampa do porta-malas motorizada, molas a gás no capô do motor no lugar da singela vareta, HD interno, entre outros. Porém, na hora de abastecer, o SUV da VW aceita apenas gasolina, já que vem importado. 

O motor é o conhecido 2.0 (EA888), mas com uma calibração mais mansa que a usada no sedã Jetta GLi. São 186 cv e 30,6 kgfm de torque a 1.500 rpm, força é que transmitida para as rodas dianteiras (deixou de ser 4x4) com ajuda do novo câmbio automático de 8 marchas, que entra no lugar do de dupla embreagem da versão anterior, o que deixou o carro mais econômico, mas com uma pegada mais tranquila. 

Embora o Compass tenha um pouco menos de fôlego (180 cv e 27,5 kgfm a 1.750 rpm) acaba sendo mais econômico e com mais autonomia, levando em conta os dados do Inmetro.  Levando em conta o uso apenas de gasolina, o SUV da VW faz 9,2 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada, ante  10,1 km/l e 12 km/l do Jeep, respectivamente.

Os dois SUVs médios têm tanque de 60 litros, mas o Compass S 1.3 turboflex consegue rodar até 720 km em trechos urbanos, apenas com gasolina e de acordo com as informações do Inmetro, contra 678 km do Tiguan, que é um mais pesado que o rival (1.794 kg ante 1.589 kg), o que influi no desempenho e consumo. 

Considerando que o Tiguan é ligeiramente mais forte que o Compass, consegue ficar um nariz  na frente do rival quando o assunto é desempenho, o que, na prática, pode ser considerado um empate técnico. O VW faz de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos e máxima de 2015 km/h, ante 9,4 s e 206 km/h do Jeep. 

Veredicto

Tanto o Tiguan quanto o Compass deverão receber novidades nos próximos anos. O VW poderá ser substituído pelo Tayron, a partir de 2026 e o Compass está para mudar de geração, o que acontecerá em 2025.  Se você precisa mesmo de 7 lugares terá que arcar com a diferença de quase R$ 30 mil entre o SUV da marca alemã e a versão mais equipada do Jeep.

Caso contrário e se não ligar para a mudança do Compass S a partir do ano que vem, o modelo da marca americana é uma boa pedida até pela maior autonomia e conectividade na hora de pegar uma estrada.

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter


 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções

Tudo sobre o Volkswagen Tiguan

Volkswagen Tiguan