Tudo bem que os SUVs são os modelos que mais passam pela cabeça dos brasileiros na hora de comprar um carro hoje em dia. Alguns, de fato, não abrem mão de um utilitário pela maior altura em relação ao solo, a posição de dirigir mais elevada e até mesmo o estilo em geral desses modelos.

Mas se você tem a cabeça mais aberta na hora de escolher seu próximo carro, não liga muito para os carros da moda e quer um automóvel que entregue bem mais pelo seu dinheiro talvez seja o momento para olhar um outro segmento que ganhou representantes muito competentes nos últimos meses. Estamos falando dos sedãs compactos.

Hoje quem quer um SUV compacto automático, tipo de câmbio que domina as vendas do segmento, vai precisar gastar ao menos na faixa de R$ 80.000 para estacionar um deles na garagem. Um Nissan Kicks S CVT, por exemplo, parte de R$ 80.990. Se você quiser um Honda HR-V automático, o líder em vendas da categoria, precisará gastar ao menos R$ 87.900.

É nesse momento que Volkswagen Virtus e Fiat Cronos mostram como os sedãs ainda entregam um conteúdo bem mais interessante por bem menos.

Com exatos R$ 69.990, você leva para casa o recém-lançado Cronos em sua versão topo de linha Precision, o que lhe dá direito a motor 1.8 16V, câmbio automático de 6 marchas, os controles de tração e estabilidade, start-stop, central multimídia, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve aro 16”, dentre outros.

Seguindo em nosso raciocínio, com o preço de um SUV compacto básico, você leva para casa um Cronos Precision automático completo. Com preço sugerido em R$ 80.330, o sedã passa a ser equipado com revestimento interno de couro, airbags laterais, câmera de ré, rodas de liga leve aro 17”, além de chave presencial, ar-condicionado automático digital, retrovisor eletrocrômico, sensor de chuva e acendimento automático dos faróis. Mesmo custando R$ 7.567 a mais, o Honda HR-V LX CVT está longe de entregar um nível de equipamentos tão completo.

Já para quem quer um carro com um conjunto mecânico mais moderno, o Volkswagen Virtus em sua versão Comfortline é uma excelente pedida. O modelo parte de R$ 73.490 e traz como destaque o excelente motor 1.0 TSI, motor que entrega torque de 2.0 aspirado com consumo de carro “popular”. Mesmo assim, ainda está presente nele a transmissão automática de 6 marchas, algo também muito desejado entre os sedãs.

Em sua configuração básica, o Virtus Comfortline já conta com os controles de estabilidade e tração com o reforço do bloqueio eletrônico de diferencial, sensor de estacionamento assim como o Cronos Precision, além de ar-condicionado, 4 airbags, direção elétrica, rodas de liga leve aro 15” e central multimídia com suporte ao Apple CarPlay e Andoid Auto.

Se a ideia é mostrar como um sedã pode ser muito mais vantajoso que um SUV, basta constatar que um Virtus Comfortline completo, adicionando o pacote opcional Tech II, o preço do sedã alcança R$ 76.990 e confere a ele um pacote bem mais interessante que qualquer SUV compacto básico e até mesmo em relação ao Cronos Precision topo de linha. Só no Virtus Comfortline completo você vai encontrar recursos como o sensor de estacionamento dianteiro e o detector de fadiga. Além deles, o VW recebe nessa configuração a câmera de ré, rodas de liga leve aro 16”, ar-condicionado automático digital, piloto automático, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, dentre outros.

Se não contam com a maior altura em relação ao solo, ao menos Virtus e Cronos oferecem excelentes porta-malas para 521 e 525 litros, respectivamente, algo que nenhum SUV compacto consegue se equiparar.

Outro ponto que é importante ser mencionado vai para a cabine do Volkswagen Virtus. Com entre-eixos consideravelmente maior que o do Polo, no caso 8,5 cm, o Virtus consegue acomodar muito bem 5 passageiros, com espaço de sobra para os passageiros no banco traseiro, algo que você não encontra em um Jeep Renegade. Somente a bordo de um Honda HR-V você vai encontrar um nível de espaço semelhante, porém já analisamos o quanto o SUV compacto da Honda cobra por isso.

Também como já mencionamos, o conjunto mecânico do Virtus Comfortline não consegue ser equiparado por nenhum SUV compacto atual, talvez só o próprio Volkswagen T-Cross, quando for lançado no segundo semestre deste ano, conseguirá tal feito caso conte com o 1.0 TSI sob o capô. Alguns SUVs compactos flex conseguem ser bem econômicos, notadamente o Nissan Kicks e o Honda HR-V, mas não entregam o mesmo nível de desempenho e respostas ao volante que o 1.0 TSI consegue.

Por tudo isso, como mencionamos no início do texto, se você está pesquisando um carro novo para comprar no momento e não necessariamente ele precisa ser um SUV, vale a pena considerar os novos sedãs de Volkswagen e Fiat. Ambos oferecem excelentes conjuntos e ótimo custo-benefício, tudo o que mais desejamos em um automóvel.

 
 
Volkswagen Virtus 2018
 
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
 
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
 
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
 
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
 
Volkswagen Virtus 2018
Volkswagen Virtus 2018
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos e Volkswagen Virtus
 
Fiat Cronos e Volkswagen Virtus
Fiat Cronos e Volkswagen Virtus
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |