Além da BYD Shark, veja outras 5 picapes híbridas que chegarão ao Brasil

Eletrificação será cada vez maior nas picapes, que ficarão mais econômicas e eficientes
BYD Shark 2025

BYD Shark 2025 | Imagem: Divulgação

De uma forma ou de outra a eletrificação chegou para ficar em vários segmentos do setor de automóveis e comerciais leves e o das picapes não poderia ficar de fora. Alías, com o novo regime automotivo Mover, os híbridos flex serão lançados com cada vez mais frequência e devem dominar o mercado brasileiro até 2030. 

VEJA TAMBÉM:

No caso das picapes, fatia do mercado que está em alta no Brasil e que hoje representa em torno de 20% das vendas totais, as versões eletrificadas também vão começar a chegar em peso. Alguns lançamentos já apontam no horizonte, como a BYD Shark, que será fabricada em Camaçari (BA), de acordo com o que foi confirmado pela fabricante. 

GWM Poer

GMW Poer será a picape média que a marca chinesa vai fabricar em Iracemápolis (SP), onde ficava a Mercedes-Benz
GMW Poer será a picape que a marca chinesa vai fabricar em Iracemápolis (SP), onde ficava a Mercedes
Imagem: Divulgação

A picape da marca chinesa já havia sido a escolhida para ser o primeiro carro a ser fabricado na fábrica em Iracemápolis (SP), onde ficava a Mercedes-Benz, mas mudaram de ideia e o mais cotado agora é o SUV Haval H6, cuja versão importada em sido bem aceita no Brasil. Porém, a  Poer continua nos planos e deve começar a sair dde linha de montagem logo depois o utilitário esportivo, no segundo semestre de 2025.

A GMW Poer virá com motor 2.0 a gasolina, que rende até 255 cv e 38,7 kgfm de torque que funciona em conjunto com outros dois elétricos chegando a uma potência total combinada de 408 cv e brutais 76,5 kgfm. No sistema de transmissão deverá ter um câmbio automatico de 9 marchas e tração integral. 

Toyota Hilux

Toyota Hilux 2024
Toyota Hilux deverá receber mais retoques no desenho e ter versões híbridas leves
Imagem: Divulgação

A picape média mais vendida hoje em dia também vai entrar na era de eletrificação no Brasil, mas apenas como híbrida leve. Sua chegada está prevista para o fim do ano ou para o inicio de 2025, com sistema de 48 Volts que inclui um pequeno motor elétrico que impusiona o virabrequim do motor a combustão para reduzir o consumo e as emissões e melhorar o desempenho. 

O 2.8 turbodiesel de 208 cv e 50,9 kgfm de torque funciona com câmbio automático e tração integral. Além disso, a Toyota deverá aproveitar para adotar alguns novos retoques no desenho e incluir novos equipamentos. Com o novo sistema híbrido leve, a picape deverá ter uma economia de combustível entre 6% a 10%, além de reduzir ruído e vibração, promovendo uma experiência de condução mais confortável.

BYD Shark

BYD Shark
BYD Shark tem porte um pouco maior que o da Hilux e 430 cv de potência total combinada 
Imagem: Divulgação

A picape da marca chinesa acaba de ser apresentada oficialmente no México e tem sua produção em Camaçari (BA) confirmada. Ainda não há detalhes sobre prazos e como será feita a montagem dela por aqui, mas, certamente, o utilitário terá algum tipo de eletrificação. Por quanto, o que há disponível é um sistema híbrido com motor 1.5 turbo de 192 cv combinado a outros dois elétricos.

Um motor elétrico vai no eixo dianteiro (de 228 cv e 31,6 kgfm) e outro traseiro (201 cv e 34,7 kgfm). Desta forma, a potência total é de 430 cv. Outra boa notícia é o porte da Shark, um pouco maior que o das principais rivais, com  5,46 m a 5,32 m, 1,96 m a 1,85 m na largura e 1,89 m a 1,81 m na altura. A distância entre-eixos é de 3,26 m. 

VW Tarok

Tarok: produção da picape na Argentina é inviável atualmente na Argentina
Tarok: produção da picape na Argentina é inviável atualmente na Argentina
Imagem: Divulgação

Depois de ter sido mostrada no Salão do Automóvel, no  São Paulo Expo, em 2018, ainda como protótipo, finalmente a picape da marca alemã começará a ser fabricada, a partir de 2026, em São José dos Pinhais (PR).Tudo indica que será híbrida leve, com o novo motor 1.5 flex com sistema de 48V, que vai começar a ser fabricado em breve em São Carlos (SP).

A versão de produção da Tarok deverá ter algumas das características da conceitual, como o acesso à caçamba a partir do rebatimento dos encostos dos bancos traseiros. O desenho também será baseado nas linhas do protótipo, o que deve incluir faróis e lanternas full led e opção de grade dianteira com filete iluminado, como no SUV Taos, que deverá estrear o novo motor 1.5 híbrido leve.

Renault Niagara

Renault Niagara
Renault Niagara vai ser feita sobre a nova plataforma modular também usada no Kardian
Imagem: Projeção Kleber Silva

A nova picape da marca francesa será fabricada sobre a nova plataforma global da marca, que é bastante flexível, podendo receber conjunto híbridos e elétricos e com boa variação de entre-eixos (entre 2,6 m e 3 m). Segundo a fabricante, a picape tem tecnologia E-Tech Hybrid 4x4 e um duplo ajuste técnico: a motorização mild hybrid advanced (48 V) na frente, complementada por um motor elétrico adicional na traseira. 

A picape Niagara Concept também representa a nova linguagem de design da Renault, com grade frontal é robusta e contemporânea, esculpida como se fosse um mineral com efeito único em 3D. As letras que formam o nome Renault têm um acabamento em estilo "pixel art", fortemente inspirado na cultura pop.

Toyota Stout

Nova picape da Toyota rival da Fiat Toro, Ford Maverick, Chevrolet Montana e outras poderá se chamar Stout
Picape da Toyota rival da Fiat Toro, Ford Maverick, Chevrolet Montana e outras poderá se chamar Stout
Imagem: Projeção Kleber Silva

A nova picape da Toyota deverá ser fabricada sobre a mesma base do novo Corolla, a TNGA-C e com versão híbrida, assim como serão outras concorrentes, não apenas a VW Tarok mas as picapes da Renault e Nissan baseada no protótipo Niagara, mostrado no  Rio de Janeiro, no  final de outubro do ano passado. 

Espera-se que a nova picape da Toyota seja fabricada com base no modelo conceitual EPU Concept, que foi mostrado no Salão de Tóquio (Japão), em novembro de 2023. O utilitário mede  5,07 m de comprimento, (12 cm a mais que a Toro), 1,91 m de largura e 1,71 m de altura.  Além disso, a distância entre-eixos é de com 3,35 metros, o 36 cm a mais que a Toro, o modelo líder de vendas do sgmento hoje em dia.

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

 

 

Carlos Guimarães

Jornalista há mais de 20 anos, já acelerou várias novidades, mas não dispensa seu clássico no final de semana

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções