Alfa Romeo Milano usa base de Peugeot para ser o primeiro elétrico da marca

SUV compacto tem versões de 156 cv ou 240 cv e bateria de 54 kWh, mas também terá opção híbrida
Alfa Romeo Milano 2025

Alfa Romeo Milano 2025 | Imagem: Divulgação

A Alfa Romeo, conhecida pelos elegantes esportivos e sedãs luxuosos, se entregou de vez aos SUVs e, pela primeira vez na história, tem um modelo elétrico, o Milano. Membro do grupo Stellantis, que é dono de marcas como Fiat, Jeep e Peugeot, a marca buscou a plataforma e-CMF, a mesma do Peugeot e-2008, para construir sua novidade.

VEJA TAMBÉM:

E parece que também inaugurou uma nova fase visual. A grade característica dos Alfa, com o “cuore” central, foi reformulada para ter a cruz de São Jorge e a serpente Biscione gravados em relevo em seu interior. Os dois elementos são símbolos de Milão, cidade italiana onde a montadora nasceu em 1910, e estão no emblema da marca desde então.

Com 4,17 metros de comprimento, 1,78 m de largura e 1,5 m de altura, o SUV traz ainda linhas curvilíneas marcadas pelos faróis em C e a grande entrada de ar na parte de baixo do para-choque. Nas laterais, há poucos detalhes, mas se destaca a maçaneta da porta traseira camuflada na coluna e as rodas formando o quadrifoglio, o trevo de quatro folhas, elemento também ligado à Alfa Romeo. 

Alfa Romeo Milano 2025
Alfa Romeo Milano 2025
Imagem: Divulgação

Na parte de trás, a lanterna inteiriça forma um arco atravessando toda a tampa do porta-malas. O tema do arco se repete no para-choque, logo abaixo da placa. A tampa esconde um bagageiro com 400 litros de capacidade.

Por dentro, a Alfa não deixou de lado uma das suas principais características, que são os instrumentos voltados para o motorista. O passageiro que gosta de mexer na central multimídia pode não gostar, mas a tela de 10,25" fica bem inclinada para o condutor mesmo.

Alfa Romeo Milano 2025
Alfa Romeo Milano 2025
Imagem: Divulgação

Mas vamos ao que interessa, a motorização. A Alfa anunciou as duas versões elétricas, com opções de um motor elétrico com 156 cv ou 240 cv abastecidos por uma bateria de 54 kWh. Para a versão de menor potência, a Alfa promete 410 km de autonomia no ciclo WLTP ou 590 km no ciclo urbano. Além disso, nas estações de carregamento rápido DC de 100 kW, são necessários menos de 30 minutos para carregar a bateria de 10% a 80%.

A marca também falou em sistema híbrido, mas as vendas na Europa devem começar em um segundo momento. Também serão duas versões, com tração dianteira ou integral. O motor é um 1.2 turbo funcionando no ciclo Miller, ligado a um sistema híbrido leve de 48V e potência total de 136 cv

A marca diz que, na cidade, é possível usar o modo elétrico em 50% do tempo, enquanto na estrada é possível dirigir dessa forma a até 150 km/h, mas não informou por quanto tempo.

Alfa Romeo Milano 2025
Alfa Romeo Milano 2025
Imagem: Divulgação

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Fernando Pedroso

Apaixonado por carros desde criança, se formou em jornalismo para trabalhar com automóveis. Realiza esse sonho desde 2006, e participando no AUTOO a partir de 2023

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções