Após 23 anos de história, Subaru WRX STI sai de linha

Série especial anunciada nesta quarta-feira marca o encerramento do ciclo para o esportivo
Subaru WRX STI 2017

Subaru WRX STI 2017 | Imagem: Divulgação

Ele, sem dúvida nenhuma, figurou como um dos esportivos mais desejados por quem é fã de automóveis e desencadeou ao lado do Mitsubishi Lancer Evo uma das batalhas mais aguerridas no segmento.

Mesmo assim, depois de 23 anos de produção a Subaru precisou tomar uma decisão bem difícil. Alegando a necessidade de focar sua atuação no “investimento em novas plataformas e conjuntos mecânicos, bem como no lançamento de novos modelos”, a japonesa vai encerrar a produção do WRX STI no atual ciclo do modelo.

Certamente ele será um modelo que deixará muita saudade nos corações dos apaixonados por carros e, por isso, a Subaru vai comercializar a partir deste mês uma série especial do modelo, o WRX STI Final Edition.

Limitada em 150 unidades, a edição trará aprimoramentos mecânicos preparados pela Subaru Tecnica International (STI) que prometem realçar ainda mais o excelente comportamento dinâmico do modelo. Começando pelo diferencial central, o componente passa a ter acionamento completamente eletrônico, o que, segundo a Subaru, aprimora a desenvoltura do sedã nas curvas.

As rodas de liga leve contam com aro 19” e recebem freios Brembo com um conjunto mais robusto, oferecendo melhor performance nas frenagens e menor tendência para a fadiga do sistema.

Na parte estética, o para-choque foi dianteiro foi redesenhado para realçar ainda mais a esportividade do Subaru WRX STI, bem como a grade frontal também é única para a série Final Edition, ligeiramente mais estreita já que o para-choque recebeu uma abertura maior para melhorar a refrigeração do motor. Também foi colocado um emblema da série especial na porta.

O interior ganhou alguns detalhes de acabamento com plástico preto brilhante, enquanto as laterais das portas e o volante ganham costuras vermelhas. No topo do painel a tela multifuncional passa a contar com 5,9”, enquanto o design do painel como um todo também foi renovado.

O Subaru WRX STI Final Edition ainda conta com bancos com aquecimento, farol alto automático e central multimídia com câmera de ré.

O motor presente no STI Final Edition segue o 2.5 turbo com 300 cv e 41,5 kgfm de torque, suficiente para permitir ao sedã uma aceleração de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos.

Procurada pelo AUTOO, os responsáveis pelas operações da Subaru no Brasil explicaram que a série especial WRX STI Final Edition é exclusiva para o mercado do Reino Unido e, como o sedã comercializado no Brasil é importado do Japão, não teremos por aqui a edição de despedida do modelo.  

Apenas para relembrar, a história da gama WRX STI remonta à 1994, quando passou a figurar como a versão mais extrema e de alto desempenho do Subaru Impreza. A ideia da fabricante japonesa era transferir todo seu know how dos carros de rali que competiam no World Rally Championship para um modelo de rua.

A partir de 2008 o WRX STI virou um modelo próprio dentro da linha Subaru. Precisando investir cada vez mais em propulsão elétrica e tecnologias de condução autônoma, a Subaru se viu forçada a canalizar recursos para as áreas que prometem dominar o mercado automotivo na próxima década.

Como nossa singela homenagem, confira abaixo uma galeria de fotos completa do Subaru WRX STI Final Edition

ATUALIZAÇÃO (3/11 às 12H22): A CAOA, representante da Subaru no Brasil, entrou em contato com o AUTOO para informar que a produção do WRX STI será encerrada somente no Reino Unido. A fabricação do esportivo segue normalmente no Japão, de onde o mercado brasileiro é abastecido. Portanto as vendas do modelo não serão encerradas em nosso país.