Ar-condicionado está entre os 5 itens opcionais mais procurados; veja ranking

Este item mais valorizado teve 79,8% de preferência em pesquisa realizada de janeiro de fevereiro de 2024
Ar-condicionado mais sofisticado chegará às marcas Hyundai, Genesis e Kia

Ar-condicionado mais sofisticado chegará às marcas Hyundai, Genesis e Kia | Imagem: Divulgação

Assim como a evolução dos carros, o nível de equipamentos que eles oferecem também tem crescido, naturalmente. Itens como direção hidráulica, vidros elétricos e câmbio automático, por exemplo, que antes eram restritos a carros de luxo, hoje até os modelos mais populares já podem ser equipados com eles.

Como sempre, o problema acaba sempre recaindo para o valor dos modelos 0 km, a saída é ter de recorrer aos usados e seminovos. Dessa forma, o cliente pode exigir mais sem ter de gastar muito dinheiro cobrado por um veículo novo.

Uma pesquisa da Mobiauto, feita entre janeiro e fevereiro deste ano, revelou que o ar-condicionado ganha em disparada com 79,84% na preferência do consumidor brasileiro. Acompanhe abaixo a história e avanços de outros acessórios mais pesquisados por quem busca um carro usado ou seminovo.

1 - Ar-condicionado - 79,8%

Em 1939, a Packard tornou-se o primeiro fabricante de automóveis a ter um “condicionador de clima” - como era conhecido - instalado opcionalmente nos seus carros.

No Brasil, já foi item de luxo, mesmo sendo um recurso indispensável dadas as condições climáticas. Seja como for, o fato é que hoje ninguém vive sem e comprar um veículo sem ele pode se tornar um pesadelo na hora da revenda. Por aqui, o sedã Willys Itamaraty foi o primeiro a ter o opcional, em 1966.


2- Direção hidráulica - 28,6%

O Chrysler Imperial foi o primeiro modelo produzido em série a introduzir a direção hidráulica, em 1951. O sedã luxuoso também foi considerado o carro mais caro entre o ano de 1926 e 1954, chegando a custar US$ 500 mil na versão Presidential e US$ 450 mil na versão Luxury. 

Bastante pesado e enorme, nada mais justo que recorrer a esta comodidade na hora das balizas e com outro sedã feito no Brasil não foi diferente. Estamos falando do Ford Galaxie, lançado em 1967.


3- Travas elétricas - 25,5%

As travas elétricas das portas foram introduzidas no luxuoso Scripps-Booth em 1914, mas não eram comuns em carros de luxo até que Packard as reintroduziu em 1956. Quase todos os modelos de carro hoje oferecem esse recurso como pelo menos equipamento opcional. Por aqui, o recurso automático veio no Ford Del Rey na versão topo de linha Ouro, em 1981. Além deste recurso, o sedã de luxo nacional trouxe também os vidros elétricos dianteiros, que são o próximo item dos mais procurados por brasileiros.

4- Vidros elétricos dianteiros - 22,9%

Em 1940, a Packard lançou o primeiro carro da história automóvel com vidros elétricos: o Packard Super Eight. O recurso de luxo para a época trouxe de carona marcas como Cadillac e Chrysler que copiaram para seus veículos mais luxuosos. No Brasil, o penúltimo item mais procurado em usados e seminovos, como dito anteriormente, foi introduzido em 1981 com o Ford Del Rey Ouro. O sedã ainda ostentava o padrão de acabamento Ford típico dos anos 1980 e 1990.

5- Freios ABS - 11,2%

Inventado pelo francês Gabriel Voisin em 1929 na aviação, a versão eletrônica do sistema de frenagem antitravamento foi usada pela primeira vez no Chrysler Imperial em 1971, como opcional, mas começou a ser difundida só em 1978 no Mercedes-Benz Classe S. No mercado nacional, coube à segunda geração do Volkswagen Santana, lançada em 1991, estrear o equipamento que desde 2014 passou a ser obrigatório em todos os veículos nacionais junto ao airbag duplo.

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções