Argo aventureiro deverá oferecer motor 1.3 e câmbio automático

Segundo site, nova configuração do Fiat estreia no segundo semestre
Projeção realizada pelo designer Kleber Silva sobre um possível Fiat Argo aventureiro

Projeção realizada pelo designer Kleber Silva sobre um possível Fiat Argo aventureiro | Imagem: Kleber Silva

Após divulgar um vídeo e uma série de protótipos em teste do futuro Fiat Argo com roupagem aventureira, o site Autos Segredos também adiantou algumas informações importantes sobre a novidade.
A futura versão, que concorrerá com Chevrolet Onix Activ, Hyundai HB20X, entre outros, deverá ter na parte mecânica alguns diferenciais relevantes.

Conforme já especulado nos bastidores, pode caber ao novo Argo aventureiro estrear uma configuração bem interessante para a gama, no caso o motor 1.3 da família Firefly associado ao câmbio automático de 6 marchas.

Essa disposição também deverá ser utilizada na sucessora da Fiat Strada e vai conferir ao modelo um ganho considerável em seu apelo de vendas, uma vez que hoje, tanto na gama Argo como no Cronos, o motor 1.3 pode receber apenas as transmissões manual ou automatizada, tipo de câmbio que está longe de oferecer a mesma suavidade de operação que uma caixa tradicional com conversor de torque e não conta com uma aceitação muito grande no mercado. 

Ainda de acordo com o Autos Segredos, o futuro Argo com apelo aventureiro deverá trazer as esperadas mudanças visuais que essas versões costumam entregar (confira as projeções do designer Kleber Silva clicando na foto principal), além de um aumento na altura em relação solo, que deverá passar para cerca de 18 cm após as alterações na suspensão. Os protótipos que circulam perto da sede da Fiat em Betim (MG) utilizam pneus de uso misto nas dimensões 185/65 calçando rodas aro 15”, adianta o site. 

É muito provável que o Argo aventureiro torne-se o grande destaque da linha 2020 do hatch. Caso a introdução do câmbio automático para o motor 1.3 se confirme, o Argo e o Cronos ganharão pacotes bem interessantes, uma vez que o motor 1.3 é mais eficiente e moderno em relação ao 1.8 16V presente nas versões mais caras, o que poderá render ao hatch e ao sedan números melhores de consumo de combustível. Logo, se você está de olho no hatch e no sedan e deseja o câmbio automático, talvez seja mais interessante aguardar a estreia da linha 2020 de Argo e Cronos. 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!