Como prometido, a Chevrolet lança nesta semana a aguardada segunda geração do Onix. O modelo, que estreia pouco depois do sedan Onix Plus, terá preços entre R$ 48.490 na versão de entrada 1.0 aspirada podendo alcançar R$ 72.990 na opção topo de linha Premier com pintura sólida. Importante destacar que, assim como o Onix Plus, o Onix hatch também conta com seis airbags e os controles de tração e estabilidade de série e obteve nota máxima em segurança de acordo com os testes do Latin NCAP.

Claro que, até mesmo para demonstrar tudo aquilo que o novo Onix pode entregar, a Chevrolet ofereceu para nosso primeiro contato com o hatch sua versão topo de linha, portanto com motor 1.0 turbo e câmbio automático de 6 marchas. Assim como no Onix Plus, o propulsor Ecotec sobrealimentado entrega até 116 cv com etanol ou gasolina e 16,8 kgfm de torque com o combustível derivado da cana-de-açúçar.

As diferenças entre o sedan e o hatch começam do meio do veículo (coluna B) para a parte traseira. O novo Onix conta com entre-eixos de 2,55 m, portanto 5 cm a menos que o Onix Plus. O porta-malas do hatch também acomoda até 275 litros de bagagens, volume inferior ao que encontramos em um VW Polo (300 litros), mas ainda coerente com a categoria. Se a família cresceu e você tem a necessidade de mais espaço na cabine e no porta-malas, fica claro que é melhor optar pelo Onix Plus. Falando sobre o habitáculo, o Onix está alinhado com os rivais mais modernos do segmento em termos de conforto para cinco ocupantes, semelhante ao que modelos como Fiat Argo, o já citado Polo, entre outros, são capazes de oferecer.

Partindo para a estrutura, a estreia de uma nova plataforma (GEM) muito mais moderna e em sintonia com as demandas globais em termos de segurança fez muito bem ao Onix. Segundo a GM, em relação à primeira geração o Onix 2020 conta com 17% a mais de aços de alta resistência, o que se reflete, além da maior segurança estrutural, em ganhos dinâmicos e também na redução de ruído. “Vários componentes estruturais foram otimizados para entregar melhor eficiência. Um dos focos foi a eliminação de peso. Com a nova suspensão, foram eliminados 6 kg; do novo sistema de propulsão, mais 15kg. Já o novo eixo traseiro ficou 4 vezes mais rígido - esta peça reflete também em melhor dirigibilidade”, explica a fabricante. Ainda de acordo com a GM, “os discos de freios dianteiros foram redimensionados e os rolamentos de rodas de terceira geração são semelhantes aos do Cruze”.

 

Ao volante, o novo Onix mostrou a mesma boa disposição nas acelerações e retomadas que presenciamos na avaliação do sedan derivado. O hatch com motor 1.0 turbo e câmbio automático é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos, número muito bom para um modelo da categoria. Se você não abre mão de um hatch compacto com bom desempenho, certamente terá no Onix turbo uma grata opção. Melhor ainda quando constatamos o consumo médio do modelo nessa configuração, que pode alcançar até 11,9 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina. Abastecido com etanol, os números ficam em 8,3 e 10,7 km/l, respectivamente. Durante nossa avaliação inicial do Onix 2020, não foram raros os momentos em que conseguimos superar as médias oficiais.

A Chevrolet deixa claro que, enquanto o Onix Plus deverá atender um público que valoriza mais espaço interno e conforto – até mesmo por conta das dimensões superiores – caberá ao hatch entregar mais esportividade e prazer ao dirigir. Durante nosso contato inicial com o Onix, que mesclou trechos de rodovias e algumas voltas no autódromo Velopark, no Rio Grande do Sul, foi possível constatar que o Onix de fato cumpre com a expectativa gerada pela marca. Em relação ao Onix Plus, a segunda geração do hatch conta com calibrações exclusivas para os amortecedores bem como a direção elétrica, com os dois conjuntos orientados para entregar as melhores respostas dinâmicas possíveis, sem comprometer a suavidade e a absorção de irregularidades no piso durante o uso cotidiano. Afinal, carros como o Onix devem ser versáteis e atender a um público bastante amplo.

Se apresentou um salto gigantesco na qualidade de seu projeto, tanto pela nova plataforma GEM, bem como os avanços técnicos e estruturais, um ponto em que os novos Onix e Onix Plus certamente farão o mercado se mexer diz respeito ao custo-benefício e ao pacote de tecnologia que a dupla oferece. Somente no Onix Premier completo você poderá encontrar recursos como o alerta de pontos cegos e o assistente de estacionamento, sendo que nenhum outro hatch compacto sai de fábrica com tais recursos atualmente.

O preço na casa de R$ 73 mil do novo Onix assim configurado é bastante competitivo, uma vez que hoje um Polo Highline básico tem preço sugerido de R$ 76.990 sem nenhum opcional. Continuando com o paralelo, um Toyota Yaris XLS Connect é tabelado em R$ 83.990 e oferece como diferenciais mais relevantes os 7 airbags e teto solar. O Fiat Argo HGT 1.8 automático, hoje a versão topo de linha do modelo, custa R$ 69.990, mas só sai de fábrica com o airbag duplo frontal obrigatório por lei e um pacote de itens de série bem distante do Onix topo de linha.

Mesmo no catálogo Premier, que pode receber o reforço do acabamento em dois tons para o painel, o Onix não está imune à algumas críticas. Os plásticos escolhidos para o interior tanto do hatch quanto do Onix Plus poderiam transparecer uma sensação de maior qualidade, ponto em que a segunda geração do Hyundai HB20/HB20S mostra-se melhor.

Apesar da Chevrolet alegar que realizou “reforços no conjunto de isolamento acústico”, o hatch poderia entregar níveis mais baixos de ruído interno. Também notamos alguns pontos que mereceriam mais cuidados na montagem, como a junção entre o teto e o acabamento plástico da coluna C no caso do hatch, local onde não visualizamos uma união muito bem executada ao menos na unidade avaliada.

De qualquer forma, o novo Onix chega ao mercado com um conjunto muito interessante considerando o valor extremamente competitivo de todas as suas versões, o alto nível de segurança e o bom pacote de equipamentos. Desde o lançamento do Onix Plus a Chevrolet conseguiu surpreender a todos com um forte posicionamento de mercado para sua nova gama de compactos. Com isso, o Onix reúne todas as condições para se manter no topo do ranking de vendas do mercado brasileiro e promete se estabelecer como a nova referência do segmento.

 
 
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
Chevrolet Onix 2020
Chevrolet Onix 2020
 
 

Ficha técnica

Chevrolet Onix 2020 Premier Turbo 1.0 12V flex automático 4p
Preço R$ 69.990 (11/2019)
Categoria Hatch compacto
Vendas em 2017 188.668 unidades
Motor 3 cilindros, 999 cm³
Potência 116 cv a 5500 rpm (gasolina)
Torque 16,3 kgfm a 2000 rpm
Dimensões Comprimento 4,163 m, largura 1,746 m, altura 1,476 m, entreeixos 2,551 m
Peso em ordem de marcha 1113 kg
Tanque de combustível 44 litros
Porta-malas 275 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/