Primeiro chegou o Suzuki Jimny Sierra e agora temos mais um verdadeiro jipe com a opção de câmbio automático no mercado brasileiro. Desde o fim do ano passado, a Troller já havia confirmado a estreia do TX4, que compartilha a maior parte do conjunto mecânico com a Ford Ranger.

Custando R$ 167.530, o Troller TX4 ganhou a caixa automática de 6 marchas (devidamente calibrada para o uso off-road) e já sai de fábrica com muitos itens desejados pelos consumidores de um Troller, que acabavam sendo adquiridos posteriormente como acessórios. Essa é uma das razões, inclusive, que explica o fato de ele custar quase R$ 40 mil a mais em relação ao T4 manual. Um dos principais incrementos fica por conta do bloqueio do diferencial traseiro, recurso fundamental para quem vai encarar trilhas mais desafiadoras. Com acionamento elétrico por meio de uma tecla no console central, o recurso é fácil de operar e pode até mesmo atuar quando apenas a tração 4x2 está selecionada.

O novo Troller TX4 ainda conta com faróis auxiliares de LED blindados com capacidade de submersão; para-choques de aço com design trabalhado para aprimorar os ângulos de ataque e saída, sendo que o dianteiro é pronto para receber guincho; estribos especiais que ajudam a evitar o acúmulo de lama; e, tão importante quanto tudo isso, pneus especialmente concebidos para aplicações off-road. Se todos os itens fossem adquiridos como acessórios, o interessado gastaria em torno de R$ 33.000, mas, no caso do TX4, eles representam um acréscimo de R$ 25.700, explica a Troller. Logo, apesar de caro, o TX4 acaba sendo mais vantajoso para o consumidor que não abre mão desses recursos, como ocorre com a maioria dos clientes.

Capô, teto, snorkel e os já citados para-choques são pintados na tonalidade Azul Naval, uma forma de diferenciar claramente a opção automática. A carroceria do Troller TX4 terá três opções de cores, começando pela Marrom Trancoso, a interessante Verde Maragogi e a convencional Prata Geada.

Como a transmissão automática chega com a missão de tornar o Troller um carro mais amigável para o dia a dia, a versão TX4 conta ainda com alguns requintes para motorista e passageiros, como o ar-condicionado automático digital com duas zonas de atuação, acendimento automático para os faróis, central multimídia com Apple CarPlay e Android Auto, revestimento interno de vinil e o teto solar duplo de vidro. Uma pena que ainda não foi dessa vez que o Troller recebeu recursos de segurança importantes como os controles de tração e estabilidade e o airbag duplo frontal. Por não se enquadrar como um automóvel de passeio, o Troller não precisa seguir a legislação que demanda esses recursos nos carros novos comercializados no país.

 

Ao volante, o novo Troller TX4 mostrou-se um modelo bem interessante. A receita do câmbio automático ficou tão boa na versão recém-lançada que a Troller já sente os reflexos da demanda reprimida que havia por uma opção automática. A fabricante trabalha com uma fila de espera de cerca de dois meses para o Troller TX4, que deverá responder por toda a produção do utilitário a partir de agora. O T4 manual seguirá em linha, porém apenas para atender pedidos específicos. Não por acaso, com a estreia da configuração automática, a Troller projeta aumentar suas vendas de um patamar hoje na casa de 1.400 veículos/ano para algo na faixa de 1.700 unidades anuais.

Além do maior conforto que o câmbio automático proporciona, a Troller vai trabalhar com o TX4 o “empoderamento”, segundo a empresa, que este tipo de transmissão vai conferir a um cliente iniciante no universo 4x4. “Com o câmbio automático, mesmo os interessados em um Troller que ainda não dominam o uso do modelo em ambientes extremos ou que não conhecem todas as técnicas de pilotagem fora do asfalto poderão fazer um uso completo do carro. Logo, a transmissão automática também é uma forma de empoderar diferentes interessados no veículo”, explica Antonio Baltar Jr., diretor de vendas e marketing da Ford.

No campo de provas da montadora norte-americana em Tatuí (SP), foi possível constatar nas diversas pistas e obstáculos off-road que o Troller TX4 não fica devendo nada para o T4 manual, quando o assunto é valentia e facilidade para transpor aclives, trechos de lama ou areia, buracos, etc. Segundo a fabricante, também é semelhante o nível de desempenho e consumo entre os dois tipos de câmbio, sendo que o automático consegue uma ligeira vantagem nas parciais rodoviárias por conta do escalonamento mais favorável. A Troller não informa, contudo, os números oficiais.

Beneficiado pelos 200 cv e mais de 47 kgfm de torque do 3.2 turbodiesel de 5 cilindros, é difícil você encontrar algum local em que o Troller TX4 não dê conta de vencer, em especial com a reduzida acionada. A disposição é tanta, que o Troller TX4 é homologado para vencer aclives de 45º, atravessar 80 cm de água e suporta ainda uma inclinação lateral de 40º.

Para encarar uma viagem mais longa ou simplesmente rodar na cidade, o Troller TX4 é muito melhor adaptado em relação ao irmão manual. Destaque também para o fato do TX4 denotar uma ótima construção, uma vez que são raros os ruídos de acabamento na cabine do utilitário. Reconhecida pelo bom trabalho de calibração e o ajuste fino que promove na suspensão de seus carros, a Ford caprichou no acerto dinâmico do Troller TX4. É claro que você não vai esperar de um jipe a mesma disposição em curvas de um carro convencional, mas, respeitando seus limites, o Troller automático encara numa boa a vida cotidiana. Só tenha em mente que você estará a bordo de um carro com suspensão dianteira e traseira por eixo rígido, estrutura de carroceria sobre chassi, entre outras peculiaridades construtivas necessárias para tornar o Troller tão robusto. Com isso, é bom estar preparado para um rodar não tão suave e equilibrado como se conduzisse um sedan ou um hatch.

Além disso, se você transportar 5 pessoas, falta ao jipe a possibilidade de armazenar bagagens, já que seu porta-malas para apenas 149 litros é meramente decorativo, permitindo abrigar apenas algumas sacolas ou mochilas. Se o uso será com até duas pessoas, é possível rebater o banco traseiro e abrir espaço para mais aceitáveis 835 litros. Para preservar o entre-eixos curto, algo favorável ao off-road, a Troller declara que não tem nos planos, pelo menos para um futuro próximo, desenvolver uma opção alongada do TX4 ou uma variante com 4 portas.

Em resumo, não é sem motivo que a Troller anuncia expectativas elevadas para seu modelo automático. Tão parrudo quanto o manual para desbravar qualquer tipo de trilha, bem equipado e muito mais confortável e agradável de ser conduzido, certamente o TX4 é o melhor veículo já produzido pela marca nacional até o momento.

 
 
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
Troller T4 2020
Troller T4 2020
 
 

Ficha técnica

Troller T4 2020 TX4 3.2 20V diesel automático 4x4 2p
Preço R$ 167.530 (12/2019)
Categoria Jipe
Vendas em 2017 1.541 unidades
Motor 5 cilindros, 3198 cm³
Potência 200 cv a 3000 rpm (diesel)
Torque 47,9 kgfm a 1750 rpm
Dimensões Comprimento 4,163 m, largura 1,992 m, altura 1,936 m, entreeixos 2,585 m
Peso em ordem de marcha 2297 kg
Tanque de combustível 62 litros
Porta-malas 149 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/