O nova geração do Série 6 já é conhecida no formato conversível, que alias foi o principal carro da BMW durante o Salão de Detroit deste ano. A apresentação do modelo na versão Coupe, com capota rígida fixa, ficou para abril, mas a marca antecipou os primeiros detalhes do carro nesta segunda-feira (14). Seu lançamento é esperado em dois palcos: Salão de Nova York, nos Estados Unidos, e Salão de Pequim, na China, ambos marcados para o próximo mês.

Tal como o novo Série Cabrio, o Coupe chega nas versões 640i e 650i. A primeira tem o motor 3.0 (seis cilindros em linha) turbo de 320 cv e 45,9 kgfm de torque, que lhe possibilita acelerar do 0 aos 100 km/h em 5,4 segundos, enquanto o consumo de gasolina é de 13 km/l. A versão seguinte é impulsionada pelo bloco 4.4 V8 turbo com 407 cv e 61,2 kgfm. Segundo a BMW, nessa configuração o Série 6 Coupe vai da imobilidade aos três dígitos do velocímetro em 4,9 segundos e percorre 9,8 km por litro de combustível. Nas duas opções, a velocidade máxima é limitada em 250 km/h.

Tanto o 640i e 650i podem vir equipados com câmbio manual de 6 marchas ou com transmissão automática com 8 velocidades. O modelo também está maior em relação a geração passada: mede 4,89 metros de comprimento e 1,89 m de largura.  Ou seja, ficou 7,4 cm mais longo e 3,9 cm mais largo. Com isso, a cabine, que leva 4 ocupantes, ganhou mais espaço, em especial ainda pelo aumento da distância entre-eixos, agora com 2,85 m. Já o porta-malas leva 460 litros de volume de bagagem.

O visual do novo Série 6, de um modo geral, segue o novo padrão estético da BMW, caracterizado pelos faróis com leds e as linhas agressivas do capô. Por dentro, o requinte dá o tom do acabamento e o nível dos equipamentos eletrônicos. O carro vem com ar-condicionado digital com duas zonas de climatização e um grande monitor no alto do painel, onde o motorista acessa diferentes funções. Como opcional, clientes ainda poderão adicionar ao veículo o sistema de áudio Bang & Olufen com 10 alto-falantes.

A versão 640i ainda vem com recursos para poupar combustível. Segundo a BMW, o carro tem pneus de baixa resistência, stop-start e o sistema ECO PRO, que altera o funcionamento de diferentes partes do carro, como os giros do motor e o funcionamento do câmbio, para reduzir o consumo. Com o lançamento do modelo Coupe ficará faltando apenas a linha esportiva M6 para igualar a gama anteriot. A fabricante alemã, no entanto, ainda não revela se o modelo de alto desempenho será de fato lançado.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Thiago Vinholes

|