O mercado interno registrou alta de 8,4% entre janeiro e agosto deste ano, colocando o Brasil na quarta colocação em vendas de carros e comerciais leves. O País superou a Alemanha, que caiu 27,3% no mesmo período, e agora fica atrás somente de China, EUA e Japão. Os dados são da JATO Dynamics do Brasil.

Na quarta posição, o Brasil deve ficar por um bom tempo, já que a China continua líder disparada nas vendas de veículos, crescendo 42,1% de janeiro a agosto e assim ultrapassando a marca de 8,4 milhões de unidades – o mercado brasileiro deve alcançar os 3,4 milhões no ano inteiro. Em seguida vem os EUA, que evoluíram 8,5% e o Japão, que cresceu 7,4%.

Apesar dos recalls

Entre as marcas, a Toyota manteve a posição de líder de vendas mundiais, com 3,7 milhões de unidades comercializadas. A mudança mais significativa ocorreu uma posição abaixo, assumida agora pela Volkswagen, que ultrapassou a Ford ao vender 2,8 milhões de carros e comerciais leves. A Chevrolet, ainda de acordo com a JATO, subiu 23,6%, chegou a 2,3 milhões de unidades vendidas e se manteve na quarta colocação.

Rodrigo Mora

|