BYD quer ter 5% do mercado até o fim de 2024, superando a Renault no Brasil

Primeiro lote do Dolphin Mini tem 10 mil unidades e vendas pelo Mercado Livre já somam quase 7 mil em um dia
BYD Dolphin Mini

BYD Dolphin Mini | Imagem: Carlos Guimarães

A BYD lança o Mini Dolphin no Brasil pelo preço sugerido de R$ 115.800, mas para quem comprar o carro pelo Mercado Livre até às 23h59 de hoje (27) vai receber um bônus de R$ 10 mil e mais o carregador que pode ser instalado na casa do cliente e que vale R$ 7 mil, de acordo com o que foi divulgado pela fabricante chinesa.

VEJA TAMBÉM:

O carro subiu no palco com o apresentador Luciano Huck, em São Paulo, que anunciou que as vendas pelo site já haviam atingido 6.172 unidades até aquele momento, por volta das 11h. O evento foi realizado em um espaço novo, na capital paulista, ao lado do Ceasa (Central de Abastecimento S/A), onde ficam vários e enormes galpões. 

A chegada do Mini Dolphin é mais um impulso importante para atingir as metas nada modestas da BYD no Brasil. A reportagem de Autoo, junto com outros jornalistas, conversou o o Diretor de Vendas, Henrique Antunes, que disse que a BYD pretende atingir 5% de participação no mercado brasileiro (em torno de 120 mil unidades) até o final de 2024. Isso é mais do que Renault (4,6%), Nissan (4,5%), Honda (4,4%) e outros. Em janeiro último, a BYD ficou com 3,6%, conforme dados da Fenabrave (Federação dos Distrobuidores de Veículos).

Metas eletrizantes

Apresentador Luciano Huck apresenta o BYD Dolphin Mini no lançamento, em São Paulo
Apresentador Luciano Huck apresenta o BYD Dolphin Mini no lançamento, em São Paulo
Imagem: Carlos Guimarães

Para atingir esse patamar, a BYD não conta apenas com o Mini Dolphin, o modelo mais em conta da marca. O carro já está à venda na versão de quatro lugares, mas outras novidades chegarão ao mercado brasileiro até o fim do ano. Uma delas, que está em estudo, é a versão de cinco lugares do Mini Dolphin, que não existe na China e teria que ser desenvolvida e homologada. 

Hoje a BYD tem 85 concessionárias em operação que está em expansão. A marca espera que o modelo mais vendido da marca será o Dolphin Mini, que será um dos carros que serão fabricados em Camaçari (BA), a partir do ano que vem. Os unidades que começam a chegar ao Brasil são importadas na China, ano/modelo 2023/2024. 

A marca trabalha também no centro de distribuição de peças, em Cariacica (ES) e tem disponibilidade de 98% dos itens em pronta-entrega. E nos cerca de 30 grupos que detêm todas as concessionárias da BYD no Brasil para aumentar a agilidade nas entregas para os clientes, seja de peças ou dos modelos à venda no showroom. 

Além do Dolphin Mini de cinco lugares, o SUV Yuan Up é outro candidato a chegar ao Brasil. Perguntado sobre se o utilitário esportivo compacto está nos planos da marca para o país, Antunes nos deu um "talvez, talvez...".  O carro será lançado na China em março e tem boas chances de desembarcar no Brasil no segundo semestre. 

BYD Dolphin Mini
BYD Dolphin Mini não vem com lavador nem limpador do video traseiro por uma questão da aerodinâmica
Imagem: Carlos Guimarães

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Recomendados por AUTOO

Youtube
Nova Chevrolet Spin 2025

Nova Chevrolet Spin 2025

Minivan renovada quer fazer frente aos quase SUVs do mercado
Aviação
Argentina terá caças F-16

Argentina terá caças F-16

Jato supersônico é rival do Saab Gripen, da Força Aérea Brasileira. Veja quantos aviões nossos vizinhos compraram
AUTOO
Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Acompanhe as notícias sobre automóveis do site de forma mais rápida e prática!