Carro elétrico da Alibaba terá 1.100 km de autonomia

Gigante chinesa do comércio eletrônico terá parceria com a SAIC para apresentar novo sedã no final do mês
Zhiji L7 2021

Zhiji L7 2021 | Imagem: Divulgação

As empresas de tecnologia vêm investindo cada vez mais no segmento de mobilidade, depois de rumores que a Apple faria seu próprio carro, a Xiaomi apresentou um scooter elétrico de apenas R$ 2,1 mil. Agora a chinesa Alibaba, dona da gigante do comércio eletrônico AliExpress, anunciou que fará o seu próprio automóvel elétrico em parceria com a conterrânea SAIC.

As duas empresas, junto à Zhangjiang Hi-Tech, fundaram a Zhiji Auto, marca dedicada a veículos, e seu primeiro produto será um sedã batizado de L7. A novidade será apresentada oficialmente ao público no final de abril, durante o Salão do Automóvel de Xangai, na China. As vendas devem ter início no primeiro semestre de 2022 e a companhia já revelou os primeiros detalhes.

Zhiji L7 2021
Zhiji L7 2021
Imagem: Divulgação

De acordo com Zhiji Auto, o L7 será oferecido com duas opções de conjunto de baterias. A mais barata tem 93 kWh de capacidade e autonomia declarada de 615 km. Já a mais cara, com bateria de 118 kWh, poderá rodar até impressionantes 1.100 km com uma carga, de acordo com as informações oficiais da marca.

Em termos de desempenho, a marca chinesa promete que o sedã poderá acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 4 segundos. Os dados sobre o sistema de propulsão elétrico ainda não foram revelados, mas estima-se na imprensa da China que ele entregue algo em torno de 540 cv de potência. O carro também terá condução autônoma e será equipado com 12 câmeras, 5 radares de ondas milimétricas, 12 radares ultrassônicos e um Lidar (sensor a laser).

Zhiji L7 2021
Zhiji L7 2021
Imagem: Divulgação