Carro da Apple pode ser revelado em 2024 e promete tecnologia revolucionária

Segundo fontes, veículo deverá causar o mesmo efeito ''como a primeira vez que vimos o iPhone''
Projeção de como poderia ser o carro autônomo da Apple

Projeção de como poderia ser o carro autônomo da Apple | Imagem: Reprodução

Uma das principais empresas de tecnologia do mundo, tudo o que envolve a Apple é sempre relevante. No universo dos automóveis, sempre chamou a atenção as notícias sobre a ambição da companhia de entrar no setor automotivo.

Citando fontes ligadas à Apple, a Reuters publicou uma interessante reportagem na qual revela que a empresa deverá apresentar seu inédito automóvel por volta de 2024.

Sem nunca revelar detalhes do projeto de forma oficial, é fato que a iniciativa da Apple para desenvolver um carro passou por várias mudanças. Chamado de Projeto Titan, os trabalhos começaram em 2014, sendo que até mesmo um executivo da empresa que chegou a trabalhar na Tesla retornou para a Apple com o objetivo de coordenar o Projeto Titan em 2018. Subitamente, contudo, cerca de 200 pessoas envolvidas com a iniciativa tiveram seus contratos suspensos no ano seguinte.

Nos últimos meses, ao que tudo indica, a Apple retomou com força máxima o desenvolvimento de seu automóvel. Como é peculiar à marca, podemos esperar por soluções bastante originais no primeiro carro da empresa.

Uma das fontes ouvidas pela Reuters declarou que o futuro automóvel promete ser algo “de um próximo nível”, em especial por conta da tecnologia para a bateria do modelo. O impacto, segundo revela fonte, “será o mesmo que sentimos quando olhamos o iPhone pela primeira vez”.

As notícias de bastidores sinalizam que a Apple deverá trabalhar em novas tecnologias e uma química própria para a bateria do seu automóvel. Uma das apostas reside no uso do fosfato de ferro e lítio para o desenvolvimento dos acumuladores de eletricidade. O material apresenta uma baixa tendência ao superaquecimento, o que é importante em uma bateria, além de ser mais seguro em relação à outras baterias de íon-lítio. 

Outro ponto relevante é que o design da bateria principal do carro elétrico da Apple será diferenciado. As fontes ouvidas pela agência de notícias adiantam que a Apple planeja usar um design "monocélula" exclusivo, que libera espaço dentro da bateria, eliminando espaços vazios e módulos, por exemplo. O novo design, acrescentam as fontes, deverá reduzir radicalmente o custo das baterias e ampliar a autonomia do carro.

Ao contrário do Google, que também trabalha no desenvolvimento de automóveis por meio da Waymo, a estratégia da Apple terá uma abordagem diferente em relação ao tipo de consumidor final. Enquanto o Google foca no uso de seu futuro veículo por serviços de mobilidade, como táxis autônomos, a Apple deverá oferecer um automóvel para uso pessoal. 

Além da propulsão elétrica, o modelo da Apple também será autônomo e inclusive a Apple pode desenvolver por conta própria alguns sensores utilizados para essa tecnologia, como o LiDAR. Esses sensores são fundamentais em um carro autônomo, uma vez que conferem aos sistemas de gerenciamento de condução a capacidade de visualizar em três dimensões tudo o que se passa ao redor do veículo.

Por fim, resta saber qual estrutura a Apple poderia utilizar para a produção do seu futuro carro. Esse é um ponto crucial no projeto uma vez que envolve um árduo trabalho para estabelecer a logística da cadeia de suprimentos e também do próprio controle da produção em si.

Ainda nos resta saber se a Apple iria estabelecer algum acordo com uma montadora tradicional ou partirá para fabricantes terceirizados como é o caso da Magna International. De qualquer forma, especula-se que a produção do aguardado carro elétrico da Apple ocorra em algum momento a partir de 2025. 

Boato sobre o carro da Apple fez muita gente imaginar como seria o interior do veículo
Boato sobre o carro da Apple fez muita gente imaginar como seria o interior do veículo
Imagem: Reprodução
Tags