Carro mais barato do mundo, Nano fica sofisticado na linha 2013

Subcompacto da indiana Tata Motors ganha motor flex e até rádio com bluetooth

Nano 2013 tem até pintura metálica | Imagem: Tata Motors

O Tata Nano nasceu para ser o carro mais barato do mundo e serve como uma alternativa a famílias que passeiam penduradas em motocicletas pela Índia e outros países cuja população não tem um renda próspera. O veículo custa 165.880 rupias indianas, cerca de R$ 6.200, e a partir da nova linha 2013 ele passa a contar com uma lista de itens, o que antes não era oferecido. Nem ventilador ele tinha...

Comparado ao que era, o Nano 2013 é um luxo. O carrinho agora tem opção de ser equipado com ar condicionado e rádio CD-Player/MP3/USB com conexão Bluetooth para telefone celular!

Também ouve mudanças no acabamento e design do interior. O painel de instrumentos agora é centralizado no meio da cabine, método de montagem que facilita a transição do volante para o lado esquerdo (na Índia impera a mão inglesa, com a direção no lado direito), e o console pode mesclar duas cores, dando ao habitáculo alguma personalidade. Outra novidade é o porta-luvas...

Veja mais: Indiana Tata Motors mira a América Latina

No pacote de visual externo do novo Nano os destaques ficam por conta das rodas de liga leve aro 12” com algum trabalho em design (antes ele usava uma roda de aço simples), mais opções de pintura (como o azul metálico e dourado) e a oferta de adesivos decorativos, que podem ser colados pela carrocera.

Mas a maior inovação no carrinho indiano é a versão e-max, equipada com motor bicombustível, no caso gasolina e GNV (gás natural veicular). Segundo a Tata Motors, com o combustível líquido a potência do carro chega a 38 cv e com gás cai para 33 cv. Nessa configuração o modelo pode atingir até 110 km/h de velocidade máxima e o consumo médio fica na casa dos 25,4 km por litro (de gasolina) consumido.

E aí, agora se interessou pelo Tata Nano?

Assine a newsletter semanal do AUTOO!