Chevrolet produz 1,5 milhão de Celtas

Modelo conviverá por algum tempo com o seu sucessor, o hatch derivado do projeto Onix

Chevrolet Celta | Imagem: Divulgação

A fábrica da Chevrolet em Gravataí (RS) está em festa, isso porque o Celta atingiu neste mês a marca de 1,5 milhão de unidades produzidas. Oriundo do projeto Blue Macaw (Arara Azul), o modelo usa a mesma plataforma do primeiro Corsa, que foi lançado no Brasil em 1994.

"Trata-se de um produto que cumpre um papel importante em nosso portfólio e permanecerá atendendo os consumidores por muito mais tempo", revela Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil, deixando claro que o compacto vai conviver com o seu sucessor, derivado do projeto Onix.

Leia também: Spin é a minivan duas em uma da Chevrolet

À sua disposição, o Celta tem apenas o motor 1.0 Flexpower VHCE que trabalha em conjunto com a transmissão manual de cinco velocidades e desenvolve 78 cv quando abastecido com etanol e 77 cv com gasolina.

Ele é oferecido em duas versões - de entrada LS e topo de linha LT - e pode ser equipado com diversos opcionais como ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, alarme antifurto, GPS, faróis de neblina e até uma geladeira.

Substituto a caminho

Embora o Celta seja um dos modelos mais vendidos de todos os tempos pela Chevrolet do Brasil, seu sucessor, chamado provisoriamente de projeto Onix, já está na reta final do seu desenvolvido e será lançado em outubro pela marca.

Veja mais: Que carros esperar no segundo semestre

De porte mais avantajado e usando nova arquitetura, o modelo terá versões LT e LTZ e motores 1.0 e 1.4 com transmissão manual ou semiautomática, tudo isso para encarar de igual para igual os líderes de vendas Fiat Uno e Volkswagen Gol.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!