Sucessor da dupla Meriva e Zafira no Brasil, o Chevrolet Spin é a única minivan que conseguiu sobreviver ao ataque dos SUVs em praticamente todos os segmentos de mercado. Se até a década de 1990 e começo dos anos 2000 os monovolumes ocupavam posições de destaque quando o assunto eram os automóveis familiares, aos poucos modelos como Nissan Livina, Fiat Idea, entre outros, foram cedendo espaço para os utilitários esportivos em seus diferentes tamanhos e propostas.

Batendo firme na tecla do amplo espaço interno e da versatilidade, o Chevrolet Spin conseguiu achar um nicho de mercado entre frotistas, taxistas e demais profissionais que precisam de um carro como ferramenta de trabalho. Outro ponto fundamental para explicar a longevidade da Spin é a possibilidade de oferecer 7 lugares em algumas versões, fato que faz da minivan a única alternativa hoje em dia para quem precisa de um automóvel com três fileiras de assentos e câmbio automático e deseja gastar menos de R$ 100 mil.

Como possui uma capacidade fabril robusta no país, além de interesse em atuar nesse nicho de mercado, a Chevrolet resolveu dar uma sobrevida para a Spin, primeiro com um facelift em 2018 e, neste ano, trazendo os controles de tração e estabilidade para a minivan em sua linha 2021. Interessante que a Chevrolet também apostou em uma estratégia de marketing diferenciada para a Spin, reclassificando o modelo como um “crossover”.

Enquanto a atualização visual realizada na Spin há dois anos aprimorou em muito o visual da minivan, é fato que uma nova geração do modelo é mais do que necessária. Em especial na parte interna, a Spin não esconde a idade e ainda compartilha vários elementos com a primeira geração do Onix.

Projeto com foco no baixo custo e que não faz questão de esconder uma certa simplicidade, ao contrário da saudosa dupla Meriva e Zafira, o Spin também deve bastante em relação ao isolamento acústico, por exemplo. Na sua versão Premier, como a avaliada pelo Autoo, a marca até tenta trazer um ar de refinamento ao adotar revestimento interno com padrão em couro marrom, porém tudo isso não é suficiente para amenizar a idade da minivan.

 

Outro ponto é a mecânica. Apesar do imprescindível ganho em segurança ativa com a introdução dos controles de tração e estabilidade na linha 2021, o arcaico motor 1.8 com seu cabeçote de 2 válvulas por cilindro passou da hora de se aposentar. Em termos de desempenho, o Spin Premier é apenas regular, com um 0 a 100 km/h em 11,7 segundos, e deve nas médias de consumo com parciais declaradas de 10,4 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada, ambas com gasolina. Na própria gama atual da Chevrolet encontramos motores muito mais avançados e que ajudariam a aprimorar a eficiência da minivan, como os 1.0 e 1.2 turbo destinados ao novo Tracker nacional. Com a próxima geração da Spin podendo estrear dentro de um a dois anos no Brasil, tudo indica que não faz muito sentido a Chevrolet assumir o alto custo financeiro para adaptar um motor mais eficiente no modelo atual. 

Logo, hoje em dia só vale a pena você optar pela minivan em dois cenários: ou você precisa de um modelo automático 7 lugares com o preço mais camarada possível ou tem a necessidade de um porta-malas muito superior em relação ao que um sedan compacto ou um SUV são capazes de entregar. Com a terceira fileira rebatida, é possível acomodar 553 litros no porta-malas da Spin Premier, sendo que suas opções 5 lugares tem uma área para bagagem de 710 litros, algo que nenhum SUV compacto oferece.

Mesmo tabelado em caros R$ 97.290, o Spin Premier não traz nenhum assistente de condução avançado por conta do seu projeto datado, entretanto sua lista de equipamentos de série é relativamente completa e engloba os já citados revestimento interno de couro e os controles de estabilidade e tração, além do sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga leve aro 16” e central multimídia com Apple CarPlay, Android Auto e câmera de ré. 

Hoje em dia o Spin também conta com as variantes 5 lugares LS (R$ 79.390), LT (R$ 84.590) e Activ 5 (R$ 99.890), sendo a última com apelo aventureiro. Acima da Spin Premier, a configuração topo de linha da minivan é a Active 7, tabelada em R$ 103.790 trazendo o mesmo conjunto mecânico.

A proposta da Spin ainda conta com boa aceitação no mercado brasileiro, prova disso é que, mesmo com todos os pontos onde precisa se modernizar, o modelo registra neste ano uma média de pouco mais de 1.300 emplacamentos/mês. Sem concorrência direta, a Spin surge como o único automóvel de passeio relativamente acessível e apto a atender famílias com mais de cinco integrantes. Se esse é o seu caso, não tem muito como fugir da minivan. Caso contrário, é mais interessante partir para um modelo mais recente enquanto a nova geração da Spin não estreia por aqui. Inspirada pelo Chevrolet Orlando atualmente à venda na China e com a mesma plataforma GEM do Tracker, a segunda geração do Chevrolet Spin deverá manter as opções 5 e 7 lugares e vai se tornar um produto bem mais interessante. Vamos acompanhar.

 
 
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
Chevrolet Spin 2021
Chevrolet Spin 2021
 
 

Ficha técnica

Chevrolet Spin 2021 Premier 1.8 8V flex automático 4p
Preço R$ 97.290 (11/2020)
Categoria Familiar compacto
Vendas acumuladas neste ano 14.391 unidades
Motor 4 cilindros, 1796 cm³
Potência 106 cv a 5200 rpm (gasolina)
Torque 16,8 kgfm a 2800 rpm
Dimensões Comprimento 4,36 m, largura 1,735 m, altura 1,679 m, entreeixos 2,62 m
Peso em ordem de marcha 1235 kg
Tanque de combustível 53 litros
Porta-malas 710 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/