Chineses e falta de infraestrutura derrubam preços de eletrificados usados

Pesquisa do site Mobiauto aponta os modelos usados que mais perderam valor
Audi e-tron

Audi e-tron | Imagem: Divulgação

O tempo vai passando e os modelos eletrificados passam a entrar na dinâmica do mercado de carros usados. Com isso, um levantamento feito pelo site Mobiauto mostra o ranking dos que mais perderam valor. São unidades 2021 e 2022 que tiveram mais anúncios e acessos na plataforma de compra e venda de veículos.

VEJA TAMBÉM:

Conforme o economisa Sant Clair de Castro Jr, consultor automotivo e CEO da Mobiauto, " a simplicidade de manutenção desses carros vai segurar mais valor quando forem mais velhos. Hoje, a princípio, o resultado ruim dos modelos 100% elétricos pode ser atribuído a dois fatores. O primeiro deles, por exemplo, é o uso restrito, que praticamente elimina moradores de edifícios mais antigos (sem carregadores)". Ou seja, quanto menor a demanda, o preço cai.

Outro aspecto ligado ao valor dos eletrificados usados salientado pelo executivo é que a chegada recente das chinesas BYD e GWM baixou os preços de elétricos novos, diminuindo os valores de vários outros modelos. 

BMW 330e
BMW 330e é um híbrido plug-in e como tal tende a desvalorizar menos no  mercado de eletrificados, pelo menos por enquanto
Imagem: Divulgação

Segundo ele, esse fenômeno, entretanto, é recente. "Um JAC EJS1 zero-km, por exemplo, custa, hoje, cerca de R$ 25 mil a menos do que um ano atrás. A desvalorização mais pronunciada dos elétricos está, portanto, relacionada a isso. Assim, o seminovo cai expressivamente porque o carro zero também diminuiu seu preço", argumenta.

Ainda conforme o estudo, os modelos híbridos seminovos perderam menos valor que a maioria dos elétricos, por serem mais comuns, com a parte mecânica mais parecida com a dos carros apenas a combustão. Dois exemplos ficam por conta dos híbridos plug-in Volvo XC60 (-1,77%) e BMW 330e (-1,95%).

Confira abaixo a lista dos modelos eletrificados que mais perderam valor, conforme estudo da Mobiauto.

1- Audi e-tron Elétrico 2022 - de R$ 770.900,00 para R$ 553.132,00 (-28,25%)

2- Nissan Leaf Elétrico 2021 - de R$ 260.898,33 para R$ 199.990,00 (-23,35%)

3- Fiat 500e Elétrico 2022 - de R$ 241.283,33 para R$ 186.658,54 (-22,64%)

4- Audi e-tron Elétrico 2021 - de R$ 658.165,56 para R$ 514.405,00 (-21,84%)

5- Lexus UX 250H Híbrido 2021 - de R$ 248.990,00 para R$ 203.447,50 (-18,29%)

6- JAC E-JS1 Elétrico 2022 - de R$ 153.780,00 para R$ 126.205,00 (-17,93%)

7- Volvo XC40 Elétrico 2022 - de R$ 396.704,44 para R$ 328.298,33 (-17,24%)

8- Lexus NX 300 Híbrido 2021 - de R$ 343.237,14 para R$ 287.918,00 (-16,12%)

9- JAC E-JS4 Elétrico 2022 - de R$ 235.900,00 para R$ 201.780,00 (-14,46%)

10- BMW i3 Elétrico 2021 - de R$ 266.788,40 para R$ 233.055,36 (-12,64%)

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções