Citroën prepara boas novidades para os próximos meses

Aircross terá novidades importantes, bem como em breve teremos a chegada do C4 Cactus ao país
Citroën C4 Cactus 2017

Citroën C4 Cactus 2017 | Imagem: Divulgação

Depois da Renault investir pesado no lançamento do Captur por aqui, sua rival francesa Citroën também vai investir em um modelo que está fazendo sucesso na Europa, no caso o C4 Cactus.

Segundo uma fonte ouvida pelo AUTOO, é quase certo que o lançamento do SUV compacto chegue ao mercado brasileiro entre abril e maio de 2018, contudo não está descartada a hipótese do lançamento ocorrer até mesmo até o fim deste ano. “Eu apostaria mais em 2018, de qualquer forma”, nos revela a fonte.

Ao contrário da Renault, que parece não ter adotado uma estratégia muito correta ao repetir o conjunto motor e câmbio do Duster no Captur, em especial o 2.0 16V com a transmissão de 4 marchas, a Citroën promete um powertrain bem mais interessante para o C4 Cactus. O SUV compacto deverá chegar às concessionárias da marca com o bom motor 1.6 THP, com turbo e injeção direta, trabalhando em conjunto com a caixa automática de 6 marchas, mesmo conjunto presente no C4 Lounge.

Considerando o mercado atual de SUVs compacto, é bem possível que o C4 Cactus chegue ao mercado com o preço gravitando na faixa de R$ 80.000 a R$ 90.000, preço que, se concretizar na realidade, o colocará com uma grande vantagem frente a modelos como Nissan Kicks, Jeep Renegade e o próprio Honda HR-V, o atual líder da categoria, em especial por conta de seu conjunto mecânico. Atualmente só o Chevrolet Tracker e a dupla da Suzuki, no caso o Vitara e o S-Cross, contam com opções de motores turbo.

É bem possível que a Citroën só ofereça o C4 Cactus em versões contendo os principais equipamentos de conforto e segurança. Na Europa, pelo menos, o C4 Cactus conta com soluções bem inusitadas e interessantes, como os Airbumps laterais, pequenas bolsas de ar nas laterais que ajudam a amenizar os efeitos de pequenas batidas ou evitar o aparecimento de imperfeições na superfície da carroceira devido a batidas de portas, por exemplo. O visual do modelo também remete aos modelos mais recentes da marca e promete cativar pelas formas robustas.

“O que posso adiantar sobre o preço é que ele será bem competitivo. A marca não tem a ideia de posicionar o Cactus como um carro de luxo. Ele vai ter um bom preço para o segmento”, acrescenta nossa fonte. Fato é que para uma marca manter-se competitiva no mercado brasileiro é fundamental contar com um SUV. A estreia do C4 Catus por aqui deverá dar mais fôlego para a Citroën, que terá um produto muito competitivo nas mãos. O modelo deverá ser fabricado em Porto Real (RJ). 

Melhorias também para o Citroën Aircross

Outra novidade relevante que o AUTOO conseguiu apurar nos bastidores é a chegada do câmbio automático de 6 marchas para a linha Aircross.

A grande melhoria mecânica para o monovolume deverá ocorrer ao longo do segundo semestre deste ano, talvez marcando a estreia da linha 2018.

Com isso, as versões Live, Feel, Shine e Salomon deverá receber a nova caixa em suas versões automáticas. O motor, nesse caso, segue o 1.6 16V flex. Não sabemos, contudo, se ele receberá alguma recalibração para trabalhar com a transmissão de 6 marchas. Atualmente o 1.6 16V entrega até 122 cv e 16,4 kgfm de torque.

A chegada do câmbio de 6 marchas deverá melhorar bem a eficiência e reduzir o consumo do Aircross automático, dois pontos em que ele precisa melhorar e que seguramente o tornarão o Aircross uma opção de compra mais interessante.