Com nome de suco, BYD Tang começa a ser vendido na Europa

Utilitário esportivo chinês de sete lugares é totalmente elétrico. Marca escolheu a Noruega como ponto de início
BYD Tang

BYD Tang | Imagem: Divulgação

A BYD vem construindo uma reputação por seu catálogo de veículos e serviços de mobilidade elétricos. Apesar de ela ainda oferecer modelos a combustão na China, a marca foca em carros elétricos fora daquele mercado. Mesmo no Brasil, a BYD já oferece carros, vans, caminhões e até chassis de ônibus com propulsão 100% elétrica.

No entanto, para o exigente mercado europeu, a marca toma passos mais cuidadosos. A BYD deve estrear por lá um novo SUV elétrico de porte médio de sete lugares, mas seu nome pode soar engraçado para os brasileiros: Tang. Na Europa, a marca já é conhecida por ônibus e caminhões elétricos, mas, para veículos de passeio, há apenas um sedã e, agora, esse novo SUV.

E como todo o cuidado é pouco, a chinesa estreará o BYD Tang EV600 primeiramente na Noruega. A escolha não é aleatória, pois os noruegueses são o público que mais compra e usa carros elétricos na Europa. Em 2019, cerca de 42% das vendas de veículos 0 km naquele país foram de veículos movidos por eletricidade. Com isso, a estrutura de recarregamento já está mais evoluída, auxiliando na adoção de um carro elétrico.

A BYD ainda não divulgou os preços do Tang EV600 para a Noruega, algo que deve ocorrer no segundo semestre apenas. Seus dados para os mercados europeus também não foram informados, mas, na China, o SUV elétrico de sete lugares tem autonomia declarada de 520 km.

O modelo também conta com tração integral permanente, com um motor em cada eixo. O modelo que vai para a Europa é o de segunda geração, apresentado em 2018. Nessa atualização, cada um de seus motores tem 245 cv de potência declarada, mas não foram informados os números combinados.

BYD Tang
BYD Tang
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!