Com vendas em baixa, Jaguar Land Rover diminuirá produção

Grupo afirmou que está procurando também mais medidas que possam conter os custos da empresa
Jaguar XE 2020

Jaguar XE 2020 | Imagem: Divulgação

Enquanto algumas montadoras estão sofrendo com queda no fornecimento de componentes chineses por conta da expansão do corona vírus naquele país, a Jaguar Land Rover anunciou que também deverá diminuir o ritmo de sua produção em duas de suas fábricas na Inglaterra. Mas o motivo não tem nenhuma relação com a doença.

O grupo formado pelas marcas Jaguar e Land Rover afirmou à agência Reuters que a redução é causada por uma queda nas vendas. De acordo com a publicação, a empresa viu suas marcas venderem 2,3% menos no último trimestre do ano passado e vai se adequar a essa demanda mais baixa por seus produtos.

A Jaguar Land Rover terá que economizar “bilhões de libras esterlinas” para encarar um cenário de menor procura por veículos a diesel na Europa e um mercado chinês em queda. A primeira medida prática será uma diminuição no ritmo de produção em algumas de suas fábricas.

Durante fevereiro, a fábrica do grupo em Castle Bromwich (Inglaterra) irá operar apenas por quatro dias da semana, enquanto a unidade produtiva de Solihull intercalará turnos reduzidos pela metade ou dias completamente sem produção até o final do mês de março.

Como referência, a Jaguar comercializou no Brasil durante todo o ano passado 1.809 unidades, contra 1.817 unidades em 2018. Durante 2019, a Land Rover registrou 5.866 emplacamentos, contra 6.739 no ano anterior. Para a marca de SUVs, a queda é significativa, uma vez que, em 2013, a Land Rover atingiu 10.649 unidades comercializadas.

Land Rover Defender 2020
Land Rover Defender 2020
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!