Com vendas em baixa, novo Classe B pode nem chegar ao Brasil

Mercedes-Benz apresenta a nova geração do monovolume no Salão de Paris
Mercedes-Benz Classe B 2019

Mercedes-Benz Classe B 2019 | Imagem: Divulgação

Seguindo os passos do Classe A, a família de compactos da Mercedes-Benz vai se renovando. Agora foi a vez do Classe B estrear a nova geração no Salão de Paris, que abre as portas ao público nesta semana.

O monovolume seguiu os aprimoramentos do hatch médio, com um interior mais moderno e melhorando a conectividade graças ao novo sistema de infoentretenimento MBUX. Estão presentes também na cabine do novo Classe B o painel digital e o assistente virtual da marca alemã.

Segundo a Mercedes-Benz, uma das premissas para o projeto do novo Classe B é que o modelo “se destacasse” entre as minivans. Para isso, a solução foi conferir alguns traços mais esportivos e dinâmicos ao modelo, um resultado que, como podemos conferir, agrada ao olhar.

Para fazer jus ao seu uso familiar, o novo Classe B conta com 2,72 m de entre-eixos e os designers da Mercedes fizeram questão de diminuir um pouco os balanços dianteiro e traseiro para deixar o visual mais arrojado. Uma prova disso é que ele poderá receber rodas de liga leve até o aro 19”. Os traços do teto também foram suavizados, para criar conferir uma silhueta mais esportiva ao Classe B.

Dependendo da versão, na parte interna o novo Classe B pode contar duas telas de 7”, uma tela de 7” e um display de 10,25” ou, na opção Widescreen, contar com duas telas de 10,25” fazendo as vezes do painel de instrumentos e da central multimídia. A minivan conta com a opção do banco traseiro individualizado na proporção 40:20:40 e ele também pode ser movimentado 14 cm longitudinalmente, o que permite variar o espaço de carga no porta-malas entre 455 e 705 litros.

O modelo terá a opção de abertura elétrica da tampa do porta-malas, além de uma série de assistentes de condução que compõem o pacote Driving Assistance, como, por exemplo, o alerta de ponto cego, assistente de permanência em faixa, frenagem automática de emergência, entre outros.

Uma novidade bem interessante da nova geração do Classe B é a estreia da transmissão de dupla embreagem com 8 marchas. Ela vai figurar, contudo, apenas em conjunto com o motores diesel. Entre as opções a gasolina figuram o B 180 e o B 200, ambos equipados com o propulsor 1.3 com 137 cv e 165 cv, respectivamente. O câmbio também é comum às duas opções, no caso a transmissão de dupla embreagem com 7 marchas.

Consultada pelo Autoo, a Mercedes-Benz revela que não existe previsão de chegada da nova Classe B ao Brasil. O motivo é fácil de entender, uma vez que, como você conferir no ranking, o modelo vendeu apenas 104 unidades no acumulado do ano. As vendas na Europa, contudo, começam em dezembro deste ano e as primeiras unidades serão entregues somente a partir de 2019.  

Apesar de ser um automóvel interessante, com bom nível de espaço interno e uma cabine versátil, o Classe B não resiste ao avanço dos SUVs. Não é por acaso que ele ganhará a companhia de um utilitário esportivo compacto derivado de sua base. Chamado de GLB ele oferecerá uma proposta mais voltada à praticidade para o uso familiar, reforçando a presença da marca em um segmento onde hoje o GLA, de caráter mais esportivo, atua há um bom tempo. 

 
 
Mercedes-Benz Classe B 2019
 
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
 
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
 
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
 
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
 
Mercedes-Benz Classe B 2019
Mercedes-Benz Classe B 2019
 
 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!