Como os novos Peugeot 208 e 2008 podem se diferenciar entre os hatches e SUVs no Brasil?

Marca prepara renovações significativas em sua gama para ganhar participação no mercado
Maior e mais sofisticada, a segunda geração do Peugeot 2008 abre espaço para modelo de menor porte

Maior e mais sofisticada, a segunda geração do Peugeot 2008 abre espaço para modelo de menor porte | Imagem: Divulgação

Após a compra da Opel e contemplar em sua estratégia empresarial o foco cada vez maior na internacionalização de seus negócios, a Peugeot Citroën aos poucos vai demonstrando uma atenção cada vez maior com a América do Sul. Região ainda como uma baixa relação de automóveis por habitante se comparada com a de países do primeiro mundo, ainda há bastante espaço para as fabricantes expandirem suas atividades por aqui.

O conglomerado europeu iniciou há alguns anos seu trabalho para colocar ordem na casa aqui no Brasil, oferecendo maior atenção aos seus clientes no pós-vendas e inaugurando um sistema de recompra que promete avançar no combate ao estigma contra os carros franceses no mercado de usados, muitas vezes associados com baixa liquidez e elevada desvalorização.

Esse trabalho foi de vital importância para o grande estímulo que a Peugeot começará a incutir em sua gama local a partir de 2020 dentro de um segmento altamente significativo. Estamos falando da nova geração do 208, que alinhará o hatch vendido no Brasil com o modelo oferecido na Europa.

Desde o lançamento do Volkswagen Polo atual no mercado brasileiro, que completará três anos em breve, a categoria de hatches compactos deu um salto considerável em vários aspectos. O Polo foi o responsável por estabelecer os novos patamares para modelos do segmento. Longe de oferecerem projetos simples ou pensando apenas no menor custo possível, agora o público consumidor dos hatches compactos deseja encontrar nesses carros projetos com alto nível de segurança, eficiência nos conjuntos mecânicos e uma experiência de conectividade cada vez mais aprimorada.

Seguindo essas diretrizes, a Chevrolet também obteve um estrondoso sucesso com a segunda geração do Onix e do Onix Plus, sucessor do Prisma e que alcançou o posto de segundo carro mais vendido no Brasil. Indo além do que o Polo trouxe ao mercado, a dupla da Chevrolet em sua configuração Premier pode até mesmo oferecer recursos antes dificilmente esperados para um hatch compacto nacional, tais como o assistente de estacionamento e o alerta de pontos cegos.

A Peugeot já deixou claro que está de olho na revolução do segmento e pretende mexer com a categoria ao combinar no futuro 208 fabricado na Argentina a ênfase no design e no acabamento interno diferenciado, dois fortes atributos da marca, com um bom espaço para os ocupantes e alguns recursos de segurança mais avançados.

No começo deste mês, a Peugeot emitiu um comunicado para a imprensa exatamente realçando no caso da nova geração do 208 o fato de seu projeto já contemplar a estrutura de acordo com as diretrizes da avançada plataforma CMF (Common Modular Platform), que deverá conferir ao hatch um bom nível de segurança estrutural bem como permite colocar no modelo vários recursos que integram o pacote ADAS (Advanced Driver Assistance Systems).

No caso do Citroën C4 Cactus nacional, apenas para usar o modelo como exemplo, o ADAS contempla recursos como o alerta de colisão com frenagem automática de emergência, os alertas de saída de faixa e para descanso do condutor, entre outros. É bem possível que os novos 208 e 2008 fabricados na Argentina tragam não só esses recursos como podem ir um pouco além.

Da nova arquitetura modular global, os novos 208 e 2008 também deverão contar com a ajuda de mais aços nobres para redução do peso estrutural, ajudando o hatch e o SUV compacto a oferecerem menor consumo e melhor desempenho. A oferta do motor 1.2 com turbo e injeção direta certamente será um grande apelo para as versões topo de linha dos dois modelos.

Logo, ao fazer a lição de casa e preparar uma investida sólida no mercado brasileiro e da América do Sul com produtos modernos e muito mais interessantes do que há um bom tempo não oferecia no Brasil, a Peugeot deverá oferecer novidades que valem a pena a espera pelas ótimas credenciais que devem entregar. O novo 208 deve ser lançado ainda neste semestre no país, enquanto a segunda geração do 2008 para o Brasil e demais países vizinhos deverá chegar às concessionárias ao longo de 2021. 

Peugeot 208 2020
Interior do novo Peugeot 208 europeu: grande parte do acamento servirá de base para o modelo feito na Argentina
Imagem: Divulgação

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!