Compass e Renegade ganham versão híbrida com novo motor 1.5 turbo na Europa

Jeep introduz a opção e-Hybrid para os dois modelos como uma alternativa mais acessível em relação ao catálogo 4xe
Acima os novos Compass e Renegade e-Hybrid lançados na Europa

Acima os novos Compass e Renegade e-Hybrid lançados na Europa | Imagem: Divulgação

Como antecipamos aqui no AUTOO, a Jeep revelou nesta quinta-feira (20) na Europa a inédita configuração híbrida-leve e-Hybrid para o Compass e o Renegade comercializados por lá.  

A configuração também estreia globalmente o motor 1.5 turbo de 4 cilindros, que integra a família GSE (Global Small Engine). A novidade conta com 131 cv (130 hp) e 24,4 kgfm de torque, trabalhando em conjunto com uma também nova transmissão de dupla embreagem e 7 marchas. 

No caso do sistema e-Hybrid, o propulsor 1.5 turbo conta com a ajuda de um propulsor elétrico baseado em uma arquitetura de 48V e adiciona ao sistema 20 cv e 5,6 kgfm de torque. A força máxima, destaca a Jeep, equivale a 13,7 kgfm no nível de entrada da transmissão. 

Com isso, o motor elétrico é capaz de impulsionar os SUVs nas acelerações, deslocamentos em baixa velocidade, além de ajudar a manter a velocidade de cruzeiro na estrada. A propulsão elétrica também é acionada nas balizas. 

Segundo a Jeep, o motor 1.5 GSE foi especialmente concebido para a aplicação em conjuntos propulsores híbridos-leves, também conhecidos pela sigla em inglês MHEV.  

Para tanto, o 1.5 turbo busca otimizar a queima de combustível adotando ciclo Miller. Sua taxa de compressão também é elevada (12,5:1) e ele contempla ainda um sistema de injeção direta de gasolina com alta pressão (até 350 bar). 

O sistema de frenagem do novo Renegade e Compass e-Hybrid conta com o Intelligent Brake System, que inclui um recurso de carga automática, usando frenagem regenerativa mista para maximizar a recuperação de energia cinética e melhorar a eficiência”, detalha a marca norte-americana. 

Vale ressaltar que tanto o Compass quanto o Renegade e-Hybrid contam apenas com tração dianteira. 

No Brasil 

Apesar da mecânica e-Hybrid mostrar-se uma solução mais acessível, para o mercado brasileiro a Jeep deverá mesmo apostar no Compass com o conjunto híbrido plug-in mais sofisticado, denominado pela marca de 4xe. 

A previsão é que ele deverá inaugurar a tecnologia por aqui ainda neste ano, contudo sem uma data concreta.  

O Compass 4xe combina o motor 1.3 GSE turbo, presente no modelo nacional desde a estreia da linha 2022, com um propulsor elétrico de 60 cv, responsável por tracionar as rodas traseiras.

A potência combinada, na Europa, pode alcançar 240 cv, fazendo com que o Compass 4xe acelere de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e atinja velocidade máxima de 200 km/h. 

No caso do conjunto propulsor eletrificado presente no Compass 4xe, a bateria principal do sistema tem capacidade para 11,4 kWh, suportando uma autonomia, quando totalmente carregada, de 50 km sem a necessidade de acionar o motor 1.3 turbo. Somente no modo elétrico, o SUV tem a velocidade máxima limitada em 130 km/h.

Jeep Compass e-Hybrid
Jeep Compass e-Hybrid
Imagem: Divulgação