Conheça o ID.4, primeiro SUV elétrico da VW e já cotado para o Brasil

Modelo, ao lado do ID.3, são a linha de frente da marca no segmento de modelos 100% elétricos
Volkswagen ID.4

Volkswagen ID.4 | Imagem: Divulgação

É fato que as principais fabricantes globais caminham para o inexorável futuro de descarbonização completa de suas atividades, ponto os modelos 100% elétricos ou com outras formas de propulsão limpa vão ter um papel fundamental dentro dessa estratégia. 

Apesar de o Brasil ainda precisar desenvolver muito a infraestrutura de recarga para automóveis elétricos – algo que deverá ganhar força nos próximos anos –, algumas marcas já começam a investir, ainda que de forma discreta, em produtos com propulsão alternativa por aqui. 

A Chevrolet já oferece o elétrico Bolt, que chegou recentemente ao Brasil trazendo aprimoramentos técnicos e de estilo, enquanto a Nissan aposta no Leaf e os operadores da chinesa JAC em nosso mercado investem cada vez mais na composição de um portfólio elétrico bastante completo por aqui. 

A Volkswagen também começa a dar sinais de qual será a sua estratégia para começar a difusão de seus modelos elétricos por aqui, utilizando como porta-vozes o ID.3 e o ID.4

Vale a pena dedicarmos uma atenção especial ao ID.4, o primeiro SUV elétrico da VW, uma vez que são grandes as chances de sua comercialização no Brasil. A própria concepção do modelo, que conta com maior altura em relação ao solo (21 cm), o torna um candidato natural a enfrentar de melhor forma o piso muitas vezes castigado da América Latina. 

Avaliado para o Brasil

Procurada pelo AUTOO, a Volkswagen revelou que está “avaliando a viabilidade técnica e comercial para comercialização do ID.4” no Brasil, sem estabelecer, até o momento, uma data para que tenham início as vendas do modelo por aqui. 

O ID.4 é movido por um propulsor elétrico instalado no eixo traseiro, que confere ao SUV exatos 150 cv. Ele recebe a eletricidade acumulada em uma bateria robusta com 77 kWh de capacidade de armazenamento, o que confere ao modelo autonomia gravitando nos 522 km, de acordo com o novo padrão global de aferição (WLTP), na configuração Pro Permance. 

Em termos de desempenho, de acordo com medições da própria VW o ID.4 acelera de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos, enquanto a velocidade máxima, que não é um forte dos carros elétricos, é limitada em 160 km/h. 

Bem equipado, o ID.4 estreou na Europa oferecendo rodas de liga leve aro 20”, além de um completo pacote de assistentes de condução, com destaque para o alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, entre outras tecnologias. 

Nascido elétrico

Na Alemanha, o ID.4 estreou com uma série de configurações variando o alcance total do veículo, sendo que, em seu catálogo de entrada, o ID.4 Pure, com 340 km, de autonomia foi lançado por menos de 37 mil euros, pouco mais de R$ 240 mil, sem contar os incentivos locais. 

Em seu catálogo Pro Performance, com a autonomia superior, o preço do elétrico na época da estreia alcançava 44.450 euros, cerca de R$ 290 mil. Claro que os valores convertidos ainda não consideram os custos de importação, tributos e margem local da fabricante. 

Desenvolvido tomando como base a inédita arquitetura (MEB) da Volkswagen, projetada especificamente para veículos elétricos, a marca alemã procurou maximizar o espaço interno do SUV sem exagerar no tamanho do modelo, o qual oferece ainda ótimo porta-malas para 543 litros. 

Com um foco reforçado na eletrificação da gama, a Volkswagen tem nos planos lançar, em escala global, 75 modelos 100% elétricos até 2029, época em que planeja somar um volume total de 26 milhões de veículos não poluentes comercializados.

Volkswagen ID.4
Volkswagen ID.4
Imagem: Divulgação

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções