Creta 7 lugares, Hyundai Alcazar parte de R$ 110 mil na Índia

Após atraso por conta da pandemia, novidade é lançada no mercado asiático
Hyundai Alcazar

Hyundai Alcazar | Imagem: Divulgação

Após atrasos causados pela pandemia, o inédito Hyundai Alcazar foi lançado na Índia.

Ao todo a novidade contará com três versões (Prestigie, Platinum e Signature), duas opções de motores (2.0 gasolina e 1.5 turbodiesel), câmbio manual ou automático, ambos com 6 marchas, além da configuração de 6 e 7 assentos.

Amplamente baseado na nova geração do Hyundai Creta, que será lançada no Brasil neste ano, o aguardado modelo de maior porte já recebeu 4 mil pedidos na Índia, uma prova da boa aceitação de SUVs com três fileiras de bancos em mercados emergentes.

Curioso destacar, de acordo com as informações preliminares da Hyundai, que as configurações com 6 assentos foram as mais procuradas no início da oferta do SUV. No layout em questão, os passageiros da segunda fileira contam com poltronas individuais, o que realça o conforto a bordo.

Equipamentos e motorização

Por atuar em uma faixa de preço mais elevada, o novo SUV contará com um bom pacote de equipamentos, com destaque para o painel de instrumentos com tela digital de 10,25”, central multimídia também com display de 10,25”, sistema de câmeras 360º, teto solar panorâmico, entre outros itens.

O motor 2.0 a gasolina entrega 159 cv e 19,5 kgfm de torque. No caso da opção manual, segundo a Hyundai, o SUV acelera de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos, um tempo muito bom considerando a proposta da novidade.

O propulsor 1.5 turbodiesel, como era esperado, se destaca pelo generoso torque de 25,5 kgfm, contando ainda com 115 cv de potência. 

Chances dele por aqui?

Na configuração Prestigie 2.0 manual com 7 lugares, o novo SUV da Hyundai custará o equivalente a R$ 110 mil. Enquanto a variante topo de linha do Alcazar, a Signature diesel com 6 assentos, será tabelada em pouco mais de R$ 136 mil. Claro que os valores em questão não levam em conta custos tributários e de importação.

Procurada pelo AUTOO, a subsidiária brasileira da Hyundai informou que não há previsão de comercializar o novo Alcazar em nosso país.

De qualquer forma, o segmento de SUVs com três fileiras de assentos vai crescer consideravelmente no Brasil. Além da chegada de novos representantes, como futuro Jeep Commander, modelos como o CAOA Chery Tiggo 8 e o Volkswagen Tiguan Allspace são produtos com ótima aceitação no país.

Será mesmo que a Hyundai não considera sob nenhuma hipótese entrar na categoria, sobretudo tendo um produto já pronto e com todas as condições de ser competitivo por aqui? Vamos acompanhar de perto!