Depois de 10 anos, Polo sai de cena para chegada do Jetta nacional

Modelo, que foi um marco tecnológico na Volkswagen, teria deixado de produzi-lo desde o ano passado para abrir espaço para o sedã médio

Volkswagen Polo 2012 | Imagem: Divulgação

Cada vez menos relevante nas vendas da Volkswagen, o Polo desapareceu do site da marca assim como de outros informes. Segundo o AUTOO apurou, o compacto premium deixou de ser produzido em São Bernardo do Campo desde o ano passado para que o sedã médio Jetta assumisse seu lugar na linha de montagem. 

Apenas com o estoques na rede, o Polo viu suas vendas minguarem nos últimos meses. De janeiro a abril deste ano, o Volkswagen somou apenas 1.270 unidades emplacadas, enquanto o Ford Fiesta teve 15.837 exemplares vendidos, seguido pelo Fiat Punto (5.809), Peugeot 208 (5.807) e Citroën C3 (5.793). No caso do Polo Sedan, foram 1.334 modelos vendidos, contra 11.005 do Honda City e 2.452 do Ford Fiesta Sedan.

Precursor dos modelos premium

Lançado no Brasil em 2002, o Polo foi uma aposta da Volks num cliente mais exigente. Ele foi praticamenteo primeiro compacto premium do mercado, oferecendo itens que na época eram proibitivos como direção com assistência eletroeletronica e versões sempre equipadas com ar-condicionado e vidros elétricos na quatro portas. Mas o projeto era muito sofisticado para o momento e isso transformou o Polo num carro de vendas um tanto limitadas - em 2003 ele vendia apenas um décimo do Gol.

Mas a importância do Polo para o mercado brasileiro foi bem maior do que se pensa. Com ele, a Volks pôde modernizar seus processos e contar com tecnologias mais avançadas. Um dos maiores legados do modelo foi o câmbio MQ200, com suas marchas de encaixes precisos. Graças a ele, foi possível desenvolver o Fox, que chegou a ser exportado para a Europa, e o mesmo o Gol G5. A ironia é que esses dois hoje ocuparam o espaço que ele criou.

Especula-se que a Volkswagen lançará nos próximos anos uma nova geração do Fox, já baseada numa plataforma mais moderna, a fim de suprir a lacuna onde o Polo estava. Afinal de contas, ele pode ter chegado antes da hora, mas antecipou uma tendência que hoje domina o mercado nacional, a dos compactos mais equipados.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!