Dolphin Mini: 10 fatos curiosos sobre o novo carro elétrico mais barato da BYD

Por menos de R$ 100 mil, hatch chega em breve e pode se tornar o veículo eletrificado mais em conta do Brasil
BYD Seagull

BYD Seagull | Imagem: Divulgação

O BYD Dolphin Mini é um dos elétricos mais aguardados no momento, pois custará abaixo dos R$ 100 mil e, assim, assumirá o título de carro elétrico mais barato do Brasil. Atualmente este posto é do Renault Kwid E-Tech que sai por R$ 99.990.

VEJA TAMBÉM:

Previsto para ser lançado no final de fevereiro, o novo hatch da BYD deve repetir o mesmo sucesso do Dolphin, que só em janeiro emplacou quase 2 mil unidades. No acumulado de 2023 foram 6.812 exemplares vendidos. Hoje, ele custa a partir de R$ 149.800.

Veja a seguir 10 curiosidades do futuro lançamento da marca chinesa.


1 - Nome no Brasil

Com o sucesso do Dolphin, a BYD Brasil quer repetir a mesma receita com o seu novo compacto. Batizado de Seagull em outros países, no Brasil o carro vai ser vendido apenas como BYD Dolphin Mini.


2 - Design

Assim como acontece com o restante dos membros da família BYD, o Dolphin Mini aposta no estilo Ocean - inspirado nos animais marinhos e oceanos - descontraído e antenado das novas tendências que podem atrair principalmente o público mais jovem.


3 - Equipamentos de série

Segundo a Autoesporte, ele terá entre os principais itens de série: seis airbags, faróis e lanternas em LED, “piloto automático”, GPS e Spotify, carregador de celular por indução e central multimídia em tela giratória de 10,1 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay.

 

4 - Espaço interno

O subcompacto terá versões de quatro ou cinco pessoas. Mede 3,78 metros de comprimento, 1,71 m de largura e 2,50 m de entre-eixos. Já na altura, a versão brasileira será 4 cm mais alta por conta do ajuste da suspensão.


5 - Motor

O motor será o elétrico de 75 cv de potência até 13,8 kgfm de torque que permitirá ir de zero a 100 km/h em 14,9 segundos e obter a velocidade final de 130 km/h. Alimentado por uma bateria de 38,9 kWh, ele tem autonomia de 400 km (padrão chinês).


6 - Fabricação

O mais novo integrante da BYD também é feito sobre a plataforma e-Platform 3.0 que tem como vantagens fatores como segurança, condução em baixa temperatura e experiência na direção inteligente, para construir veículos elétricos mais eficientes.


7 - Concorrentes

O caçula da BYD entrará não só na disputa pelos automóveis elétricos mais baratos do Brasil, como Renault Kwid E-Tech (R$ 99.990), Caoa Chery iCar (R$119.990) e JAC e-JS1 (R$ 126.900), mas pretende ser o modelo mais barato e mais vendido do Brasil.  


8 - Versões e preços

Previsto para este mês, segundo apurações de colegas com base nas informações das lojas, o Mini terá duas versões com preços que vão de R$ 99.800 podendo chegar a R$ 114.800, ou seja, bem próximos dos hatches Hyundai HB20, Chevrolet Onix e VW Polo.


9 - Mercado

A julgar pelo resultado na China, que em menos de um ano de lançamento produziu mais de 280.000 unidades, de acordo com a Car News China, aqui, o novo BYD deve se tornar o elétrico mais vendido do Brasil. 

10 - Fábrica da BYD

Os primeiros novos Dolphins virão da China, mas com a fábrica recém-adquirida da Ford em Camaçari (BA), além dos modelos Dolphin, Song Plus e Yuan Plus, já confirmados pela montadora chinesa, o Dolphin Plus também poderá ser feito por aqui.

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

 

 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Fastback Abarth

Fiat Fastback Abarth

SUV Cupê tem veneno na medida certa
Aviação
Áustria terá ajuda da Holanda para comprar seus Embraer KC-390

Áustria terá ajuda da Holanda para comprar seus Embraer KC-390

Rival do Hercules deve chegar ao país da Europa em 2027
MOTOO
Veja os preços da nova Zontes 350!

Veja os preços da nova Zontes 350!

Novas T350, T350x, R350 e V350 aparecem em site da empresa