Elétrico I-Pace ganha melhorias graças às corridas

SUV elétrico da Jaguar usa a experiência da I-Pace Trophy para entregar melhores perfomance e autonomia
Jaguar I-Pace 2019

Jaguar I-Pace 2019 | Imagem: Divulgação

Após o término da temporada da I-Pace Trophy, campeonato monomarca da Jaguar com o I-Pace, a marca está introduzindo algumas melhorias ao SUV elétrico aprendidas nas pistas e que prometem melhorar a performance e a autonomia do carro, que hoje é vendido no Brasil por R$ 437 mil.

Hoje, o modelo tem 470 km de autonomia declarada, utilizando um motor elétrico em cada eixo alimentados por uma bateria de 90 kWh de capacidade. Cada um desses motores entrega 200 cv de potência e 35,5 kgfm de torque, o que faz com que o jaguar I-Pace acelere de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e tenha velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h.

As melhorias que a Jaguar tem em mãos são de software, mas não serão atualizadas nas centrais eletrônicas dos carros por meio da conexão com a internet, ao menos não na Europa e nos EUA, tendo a necessidade de se trazer o carro para uma concessionária da marca.

Entre as alterações estão mudanças na distribuição de torque do sistema de tração integral quando em modo Eco, refinamentos no gerenciamento térmico dos sistemas eletrônicos, utilização sem restrições de performance mesmo com a bateria em nível mais baixo, mudança no freio regenerativo para recuperar mais energia cinética e alteração no cálculo de autonomia levando em consideração o estilo de condução do motorista. De acordo com a Jaguar, as mudanças não alteram a autonomia máxima declarada, mas podem prover até 19 km extras de condução no mundo real.

Jaguar I-Pace 2019
Jaguar I-Pace 2019
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!