Embalada pelo sucesso dos SUVs, Jeep cresce quase 60% no Brasil

Tradicional marca norte-americana já ocupa a 9ª colocação no ranking de vendas brasileiro
Jeep Renegade 2018

Jeep Renegade 2018 | Imagem: Divulgação

Se a moda agora é comprar SUV, nada mais justo que a marca símbolo da categoria obtivesse bons números de vendas.

Como se diz na gíria, a Jeep está cada vez mais estourando a boca do balão em nosso mercado. Como se não bastasse registrar um crescimento de 58,7% em seu volume de vendas nos oito primeiros meses deste ano em comparação com 2016, pegando, portanto, um dos períodos mais desafiadores para o mercado automotivo nacional, a Jeep alcançou mais um feito importante no mês: o Renegade foi o SUV compacto mais vendido em agosto, como você pode conferir em nosso ranking, ultrapassando o Honda HR-V. No acumulado do ano, contudo, o crossover da marca japonesa segue na liderança da categoria. 

No momento a Jeep ocupa a 9ª posição no ranking das marcas mais vendidas no Brasil, um resultado muito expressivo considerando que as vendas da norte-americana começaram a decolar por aqui com a chegada do Renegade às lojas em 2015.

Outro modelo que se mostra cada vez mais querido pelos brasileiro é o Compass, segundo produto da marca produzido na mais nova fábrica da Fiat Chrysler em Goiana (PE). O modelo está cada vez mais perto do Honda HR-V em volume de vendas e tem uma chance muito alta de se tornar o SUV mais vendido do Brasil, ainda mais com iniciativa como a nova versão Sport 4x4. Vamos ver como essa intensa batalha vai se desenrolar nos próximos meses.

Fato é que a estreia das linhas 2018 tanto para o Renegade quanto para o Compass, que melhorou a oferta de equipamentos em várias versões de ambos e reacendeu a chama dos dois SUVs no mercado, pode ter colaborado para levar mais consumidores ao showroom das concessionárias Jeep no país.

Outro ponto que pesa a favor da dupla nacional da Jeep é a oferta da motorização diesel, um atributo que mostrou-se muito procurado tanto na gama Compass como para o Renegade. A presença de tração integral e o câmbio automático com o apelo das 9 marchas também surte seu efeito comercial e colabora para a eficiência dos dois modelos.

Além do Renegade e do Compass, a gama Jeep no Brasil é reforçada com alguns produtos importados, como o tradicional Wrangler, Cherokee e Grand Cherokee, contudo a participação deles é tímida dentro da linha até mesmo por uma questão de custo. Ainda no mês passado, a Jeep registrou a venda de 10.900 unidades do Renegade na América Latina, excluindo México, o melhor resultado mensal já obtido na região, destaca a marca.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Choque de elétricos baratos

Choque de elétricos baratos

BYD Dolphin Mini ou Kwid E-Tech, quem leva a melhor nos modelos a bateria?
Aviação
Os novos porta-aviões da China e dos EUA comparados

Os novos porta-aviões da China e dos EUA comparados

Fujian e Gerald R. Ford são como forças aéreas móveis, capazes de se deslocar pelo mundo inteiro
MOTOO
5 motos 0km para comprar na faixa dos R$ 20 mil

5 motos 0km para comprar na faixa dos R$ 20 mil

Confira opções de modelos interessantes de Honda, Yamaha, Royal Enfield, Bajaj e Dafra