Enquanto a nova geração não chega, Suzuki lança por aqui o Jimny Desert

Jipe ganha elementos para realçar o aspecto off-road do compacto; confira detalhes
Suzuki Jimny 2018

Suzuki Jimny 2018 | Imagem: Divulgação

Prestes a completar 50 anos, o Suzuki Jimny tem uma longa relação com o público que procura por um modelo confiável, seguro e com bastante desenvoltura para enfrentar trajetos que necessitem de tração nas quatro rodas.

Apresentado inicialmente como uma solução compacta para fazer trilhas e percursos off-road, o Jimny sempre prezou pelo sistema de tração nas quatro rodas para não deixar seu motorista na mão. Por falar nisso, a Suzuki apresenta agora em agosto, uma nova versão do Jimny, chamada Desert.

O jipinho feito em Catalão (GO) oferece na versão Desert uma série de equipamentos e elementos visuais que se diferenciam das demais versões disponíveis. A começar pela nova cor Bege Jizan, que, segundo a marca, tem a mesma tonalidade das areias do deserto. Na grade dianteira um novo tom de grafite foi aplicado sobre a peça assim como na moldura dos faróis.

Outro destaque fica por conta da “cesta” instalada no teto do pequeno jipe, que auxilia no transporte de cargas maiores. A suspensão foi elevada em 68 mm em relação ao modelo convencional, assim como novos pneus Pirelli Scorpion 215/75R15 MTR, foram adicionados para reforçar ainda mais o aspecto off-road.

Ainda no exterior, o modelo ganhou o famoso snorkel – que permite que o modelo faça travessias em trechos mais alagados, sem o risco de “afogar” o motor. Além de novos protetores dos amortecedores traseiros. O modelo também ganha nas laterais um adesivo do mapa mundi que mostra os maiores desertos do mundo. Assim como a grade e moldura dos faróis, os espelhos retrovisores têm pintura em grafite.

Já no interior, o modelo ganha novos revestimentos nos bancos, com texturas que remetem a marcas de pneus. Os bancos também contam com novos bolsos laterais e frontais, costura do couro em tom de bege e logotipo “Desert”. Uma pequena placa instalada no painel com a inscrição “Desert”, e a moldura do sistema de multimídia e das saídas de ar-condicionado ganham pintura da mesma cor da carroceria.

Por falar no sistema de multimídia, ele vem com uma tela de 7” compatível com sistemas Apple CarPlay e Android Auto e ainda pode receber recursos como câmera de ré e TV digital vendidos separadamente como acessórios. O quadro de instrumentos conta com um novo grafismo, com acabamento cromado e uma nova tela digital no centro.

No quesito segurança, o modelo conta com freios ABS, barras de proteção lateral, cintos de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, além de sistema de fixação de cadeirinhas do tipo Isofix.

Para o trajeto off-road, o pequeno Jimny conta com até 15 combinações de marcha. 2WD para uso urbano com tração traseira, 4WD com tração nas quatro rodas e 4WDL com a reduzida acionada. As mudanças de tração são feitas por uma manopla localizada logo atrás do câmbio tradicional. O motor continua sendo o mesmo das outras versões, no caso o 1.3 a gasolina com 85 cavalos e 11,2 kgfm de torque. Para o pequeno jipe, está disponível apenas o câmbio manual de 5 velocidades.

O preço do Jimny Desert é sugerido em R$ 85.990. É sempre bom lembrar que a nova geração do Jimny foi apresentada recentemente no Japão e, segundo o Autoo apurou, ela deverá conviver com o Jimny atual por aqui. É provável que a Suzuki inclusive traga o novo Jimny para ser um de seus destaques no Salão de São Paulo em novembro.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!