Enquanto Brasil perde fábricas da Ford, México negocia para reforçar presença da empresa no país

Administração mexicana quer levar algumas operações da fabricante ao país
Ford: marca vai atuar como uma importadora no país

Ford: marca vai atuar como uma importadora no país | Imagem: Divulgação

Em um exemplo de como uma boa administração deve atuar, o governo mexicano não perdeu tempo após o anúncio de que a Ford deixaria de produzir no Brasil e já entrou em contato com a fabricante para realizar uma aproximação oficial.

Segundo reporta a imprensa local, a ministra da Economia, Tatiana Clouthier, comentou que representantes de sua pasta estão trabalhando com o objetivo de “realizar uma oferta para a Ford” tendo como meta criar condições para a empresa realocar parte de suas operações globais no país. 

A ideia seria conceder alguns incentivos para que a montadora possa reforçar sua produção instalada no país. Atualmente a Ford conta com três plantas no México, a de motores em Chihuahua, a fábrica de Cuautitlán e a unidade de Hermosillo, de onde recebíamos o Fusion aqui no Brasil. Futuramente, a fábrica de Hermosillo também deverá abastecer nosso mercado com o Bronco Sport e a futura picape compacta-média Maverick

Em Cuatitlán será montado o Mustang Mach-E, elétrico que também é previsto para o Brasil. 

Vamos acompanhar quais serão as decisões da Ford envolvendo as atividades no México. De qualquer forma, graças ao acordo comercial entre o país e o Brasil, novos modelos produzidos por lá ganham mais chances de chegar por aqui, o que não deixaria de ser um ganho indireto também para nós.  

Ford Fusion 2019
Ford Fusion: sedã foi importado do México ao Brasil até sair de linha 
Imagem: Divulgação