Executivo da Mercedes-Benz confirma Classe G elétrico

Extravagante SUV da marca alemã pode sobreviver ao fim dos motores de combustão interna com eletrificação
Mercedes-Benz Classe G 2019

Mercedes-Benz Classe G 2019 | Imagem: Divulgação

Enquanto o Mercedes-Benz Classe G parece ser o oposto do que um futuro sem emissões de poluentes em veículos pode representar, o legado do SUV grande da marca pode estar garantido mesmo com maiores restrições em termos de emissões mesmo na Europa, onde as regras estão cada vez mais rígidas e algumas cidades já até planejam o fim da circulação de carros com motores de combustão interna.

Após ter sido introduzida uma nova geração depois de quatro décadas, o futuro do Classe G pode estar mesmo na eletrificação. O Chefe de Transformação Digital da montadora, Sascha Pallenberg, fez tal afirmação por meio das redes sociais.

Citando o presidente do grupo Daimler, Ola Källenius, Pallenberg disse que “haverá uma versão elétrica de zero emissões do Mercedes-Benz Classe G. No passado tivemos discussões sobre o possível fim de produção do modelo, da maneira como vejo as coisas agora, o último veículo que a Mercedes-Benz fabricará será um Classe G”.

Ainda sem data certa para ser apresentada, a versão eletrificada do Mercedes-Benz Classe G deverá fazer parte da submarca de elétricos da empresa, a EQ, que apresentará “mais de 10 novos veículos totalmente elétricos para o mercado até 2022”, adianta a empresa.

Mercedes-Benz Classe G 2019
Mercedes-Benz Classe G 2019
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!