Fiat Grand Siena estreia linha 2020 por R$ 50.490

Sedan é a única opção do mercado que pode sair preparado de fábrica para receber GNV
Fiat Grand Siena 2020

Fiat Grand Siena 2020 | Imagem: Divulgação

Já veterano no mercado, ao que tudo indica o Fiat Grand Siena segue firme e forte no mercado avançando para o ano que vem. A Fiat coloca no mercado nesta semana a linha 2020 do sedan compacto, que traz algumas melhorias pontuais. Entre os destaques figuram a nova logotipia para a marca Fiat na traseira, agora alinhada com os modelos mais recentes da fabricante. A grade frontal e as molduras dos faróis de neblina também foram revistas. Complementando os aprimoramentos visuais, os faróis e lanternas recebem máscara negra.

As calotas foram renovadas e a Fiat também passa a oferecer ao modelo a opção das rodas de liga leva de 15”, que acrescentam R$ 1.000 no caso do Grand Siena 1.4. O modelo também passa a contar também com novas cores: Vermelho Montecarlo (sólida) e Cinza Silverstone (metálica), além das opções que já eram oferecidas, no caso o Preto Vulcano e o Branco Banchisa (sólidas), além da Prata Bari (metálica).

Desde sua versão de entrada com motor 1.0, o Grand Siena 2020 traz como itens de série o ar-condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos, computador de bordo, alerta de limite de velocidade, entre outros itens. Com motor 1.4, o sedan preserva os mesmos itens de série, mas sai de fábrica com rodas de aço aro 15" (no caso do Grand Siena 1.0 as rodas são aro 14"). Entre os opcionais, destaque para o Kit Creative 2, que custa R$ 2.500 e acrescenta ao sedan o volante multifuncional com revestimento de couro; rádio com Bluetooth, MP3 Player e 6 alto-falantes e sensor de estacionamento.

Para a versão 1.4, um opcional interessante é a predisposição para instalação do Kit GNV, que custa R$ 690. O modelo da Fiat é o único carro hoje no mercado a sair com tal configuração de fábrica.

Como noticiamos previamente, entre as modificações realizadas para o motor 1.4 no caso dos clientes que optarem pelo opcional encontram-se o cabeçote do motor com válvulas e sedes de válvulas produzidos com material mais resistente e nova geometria, coletor de aspiração projetado para receber na posição correta os bicos injetores de gás, entre outros diferenciais. Segundo a Fiat, "isso traz mais segurança e maior rendimento para a conversão, pois melhora o enchimento do motor e a formação da mistura ar/combustível. Estas modificações garantem a vida útil do motor bem como evitam uma maior depreciação do veículo para quem optar pela utilização de GNV".

Dessa forma, a versão apresenta uma das menores despesas por quilômetro rodado do mercado e permite a recuperação do valor investido no Kit GNV em até seis meses – considerando uma rodagem de três mil quilômetros por mês e dependendo do preço dos combustíveis. Entre os destaques, está a vantagem da manutenção da garantia original de fábrica. No caso do Grand Siena 1.4 com o opcional da predisposição para GNV, ela é de um ano para o veículo total e de três anos para motor e câmbio quando a venda for pelas concessionárias da marca. A manutenção da garantia original, é bom que se diga, ocorre apenas para kits GNV de quinta geração instalados por convertedores certificados pelo Inmetro, destaca a Fiat.

A linha Grand Siena 2020 chega ao mercado por R$ 50.490 na versão Attractive 1.0 e R$ 55.990 na Attractive 1.4. 

 

 

Fiat Grand Siena 2020
Fiat Grand Siena 2020
Imagem: Divulgação

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!