Fiat Toro chega a 300 mil unidades fabricadas

Uma das picapes mais vendidas do Brasil reina quase que sozinha entre os modelos intermediários desde 2016
Fiat Toro Ultra

Fiat Toro Ultra | Imagem: Divulgação

A Fiat Toro foi lançada no Brasil em 2016. Por pouco não foi a primeira picape intermediária do mercado, sendo superada em alguns meses pela Renault Duster Oroch. Sem muitos rivais, o modelo alterna a liderança da categoria com a Fiat Strada e inaugurou o conceito de SUP (Sport Utility Pick-Up) na marca, por utilizar a mesma plataforma dos Jeep Renegade e Compass.

Desde o lançamento, a Fiat Toro é produzida em Goiana (PE), de onde também saem os SUVs da Jeep. Além de atender o mercado nacional, a produção também abastece a América Latina, com exportação para países como Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, entre outros. Agora, a marca anunciou que a picape chegou ao marco histórico de 300 mil unidades fabricadas.

Saiba mais: confira as novas picapes que devem chegar em 2021 ao Brasil

Versátil, a Fiat Toro já acumulou 40.380 unidades emplacadas em 2020. O modelo conta com opções de motorização 1.8 flex ou 2.0 turbodiesel. No primeiro caso, o câmbio pode ser um manual de cinco velocidades ou automático de seis marchas, sempre com tração dianteira. No segundo, a transmissão já conta com nove velocidades e é a tração integral é de série.

Após quatro anos de mercado, a Fiat Toro deve passar por sua primeira atualização em 2021. No ano que vem, a picape receberá uma atualização nas linhas com a adoção da nova linguagem visual da marca. Por dentro, as novidades devem ficar por conta de uma central multimídia com tela maior e vertical, como nos produtos da RAM. No entanto, a adoção de um novo propulsor 1.3 turbo em substituição ao atual 1.8 aspirado é uma das promessas mais aguardadas.

Fiat Toro 2021
Fiat Toro 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!