Futuros Argo e Cronos CVT serão ótimas escolhas de compactos automáticos

Fiat deverá lançar a nova configuração para a dupla ainda neste ano
Acima o Fiat Argo na configuração Drive S-Design

Acima o Fiat Argo na configuração Drive S-Design | Imagem: Divulgação

Depois do Pulse se tornar o primeiro Fiat nacional a contar com uma transmissão automática do tipo CVT, a “porteira foi aberta” na gama da marca e mais modelos deverão ganhar a competente caixa fornecida pela japonesa Aisin. 

A picape Strada foi o primeiro modelo do portfólio atual a também receber uma opção automática, ainda no fim de 2021, baseada na mesma transmissão. Em breve, a gama de compactos da Fiat deverá se tornar bem mais competitiva ao também compartilhar com a Strada e a versão intermediária do Pulse a combinação entre o motor 1.3 Firefly e o câmbio CVT. 

Estamos falando, no caso, do Argo e do Cronos, ambos hoje em dia sem nenhuma opção automática após a descontinuação do motor 1.8 flex dentro do portfólio da Stellantis. 

É fato que tanto o Argo quanto o Cronos com o motor 1.8 16V e a transmissão automática convencional de 6 marchas estavam longe de ser uma referência na categoria em termos de consumo, algo que os tornava pouco competitivos frente a modelos com propulsores de menor deslocamento e sobrealimentação, como é o caso o VW Polo 1.0 TSI, Chevrolet Onix Turbo, entre outros. 

A decisão da Fiat em ofertar a combinação entre o motor 1.3 Firefly e a caixa CVT será muito acertada, em especial ao considerarmos o excelente compromisso entre desempenho e baixo consumo de combustível que constatamos por parte do propulsor 1.3 tanto no Argo quanto no Cronos com câmbio manual. 

Argo se destaca pelo bom nível de acabamento dentro da categoria
Argo se destaca pelo bom nível de acabamento dentro da categoria
Imagem: Divulgação

Hoje em dia o Argo 1.3 Drive S-Design, versão mais acessível do modelo, parte de R$ 80.490. Tomando por base o Pulse em seus catálogos Drive 1.3 e Drive 1.3 CVT, temos uma diferença que gravita em cerca de R$ 9 mil, lógica que talvez poderá ser aplicada ao Argo. 

Considerando que um Toyota Yaris XL 2023, que conta com a mesma caixa automática, porém motor 1.5 16V, é tabelado em R$ 92.190, se a Fiat conseguir colocar no mercado o Argo CVT por menos de R$ 90 mil ele poderá de posicionar como uma opção racional dentro da categoria. 

Apenas como comparação e também levando em conta modelos aspirados, atualmente um Volkswagen Polo 1.6 MSI automático conta com preço sugerido de R$ 87.700, talvez uma boa referência para a precificação do futuro Argo 1.3 CVT. 

Com um bom conjunto de itens de série, o Argo Drive S-Design sai de fábrica com sistema de chave presencial, central multimídia com tela de 7”, ar-condicionado automático digital, controles de tração e estabilidade, airbag duplo, trio elétrico, rodas de liga leve aro 15”, entre outros. 

De acordo com apurações do Autos Segredos, é provável que tanto o Argo quanto o Cronos 2023 com o câmbio CVT poderão estrear ainda neste trimestre. 

Logo, se você deseja um hatch ou um sedã compacto automático com um custo-benefício interessante, vale a pena aguardar pelas novidades da Fiat. 

Em especial na categoria dos sedãs, onde o câmbio automático é ainda mais procurado, Cronos se tornará mais competitivo
Em especial na categoria dos sedãs, onde o câmbio automático é ainda mais relevante, Cronos se tornará mais competitivo
Imagem: Divulgação