GM terá rival para Ford Maverick nos EUA e não será a Chevrolet Montana...

Para se diferenciar de modelos como Maverick e Hyundai Santa Cruz, GM deverá apostar em picape inédita com propulsão elétrica
Ilustração artística de Kleber Silva para a futura picape intermediária da GM nos EUA

Ilustração artística de Kleber Silva para a futura picape intermediária da GM nos EUA | Imagem: Kleber Silva/KDesign AG

Ao que tudo indica, a GM não ficará impassível frente à boa aceitação que as picapes intermediárias, como Ford Maverick e Hyundai Santa Cruz, estão obtendo nos principais mercados da América do Norte. 

Em reportagem divulgada nesta semana, o Automotive News revelou que a fabricante norte-americana já conta com alguns projetos para desenvolver uma inédita picape compacta-média, sendo que seu grande diferencial em relação às duas representantes de destaque hoje nos EUA ficará por conta da propulsão 100% elétrica. 

Entre as ideias que estão na mesa da GM figura até uma picape intermediária com cabine simples ou estendida, priorizando o espaço para a caçamba e o transporte de objetos maiores, como pranchas de surfe. 

Os conceitos, porém, ainda serão avaliados pela empresa e também junto ao potencial público consumidor em pesquisas específicas. 

Aqui no Brasil, a Chevrolet vai atuar no segmento de picapes intermediárias a partir deste ano com a recém-apresentada nova geração da Montana

Chevrolet Montana 2023
Nova Montana nacional: projeto precisaria de alterações para o mercado norte-americano
Imagem: Divulgação

A picape produzida em São Caetano do Sul, porém, conta com algumas limitações que impedem seu aproveitamento em países como EUA e Canadá. 

Entre elas, por exemplo, está a ausência da tração integral, algo importante para garantir o controle do veículo em regiões de clima frio, onde a presença de neve demanda tal recurso. 

A Ford Maverick, como ocorre na configuração térmica escolhida para o Brasil, conta com tração integral em sua versão 2.0 turbo.  

Por demandar um espaço físico menor na estrutura do veículo, quem sabe uma eventual mecânica 100% elétrica com até dois motores por eixo poderia ser adaptada no projeto da Chevrolet Montana nacional. Resta saber se tal solução não seria complexa demais para ser realizada em um veículo já em linha, o que torna mais lógico o investimento em um produto totalmente novo.  

Ao menos em suas opções térmicas a plataforma GEM, que sustenta o projeto da Montana e dos irmãos Tracker, Onix e Onix Plus, não prevê tração integral, o que limita até mesmo uma eventual exportação da Chevrolet Montana brasileira para os EUA e Canadá. 

De todo modo, vale a pena seguirmos de perto as próximas movimentações da GM envolvendo o assunto. 

Ilustração artística de Kleber Silva para uma eventual versão elétrica da nova Chevrolet Montana
Apenas como curiosidade, designer Kleber Silva ilustrou uma eventual versão elétrica da nova Chevrolet Montana
Imagem: Kleber Silva/KDesign AG

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções