Hatch compacto elétrico BYD Dolphin já está no Brasil

Modelo de entrada da marca teve dez unidades emplacadas em maio e será lançado no final deste mês. Modelo promete ser o mais em conta da fabricante
BYD Dolphin 2024

BYD Dolphin 2024 | Imagem: Divulgação

O “golfinho” já está entre nós. Futuro carro elétrico mais barato da BYD, o hatch Dolphin teve as dez primeiras unidades emplacadas pela marca chinesa em maio no Brasil.

A BYD deve lançá-lo no mercado brasileiro no segundo semestre e fará uma apresentação aos jornalistas especializados no dia 28 de junho - AUTOO participará do evento.

VEJA TAMBÉM:

Trata-se de um veículo que pode colocar a empresa em outro patamar no país já que seu preço promete ser mais acessível, claro, dentro dos atuais parâmetros do mercado de veículos elétricos a bateria.

BYD Dolphin 2024
BYD Dolphin 2024
Imagem: Divulgação

Até aqui a BYD tem focado em oferecer sobretudo SUVs elétricos e híbridos, além de um sedã de luxo (HAN EV) e os pioneiros utilitários elétricos.

Já o Dolphin pode custar bem menos que os modelos Song Plus e Yuan Plus (R$ 270 mil), trazendo o portfólio para um patamar abaixo de R$ 200 mil.

Mas afinal como é o Dolphin?

Misto de hatch com alguns toques de minivan, o Dolphin é um dos primeiros modelos elétricos da marca com proposta mais acessível e global. Inclusive, ele já está chegando à Europa, um dos mercados mais exigentes em questões ambientais.

Com um porte entre um Polo e uma Spin, o Dolphin possui 4,29 m de comprimento, 1,77 m de largura, 1,57 m de altura e entreeixos de 2,7 m. O porta-malas comporta 345 litros e, portanto, é maior que o de muitos veículos a combustão.

BYD Dolphin 2024
BYD Dolphin 2024
Imagem: Divulgação

Tamanho espaço tem ao menos uma explicação, a bateria “Blade”, produzidas com fosfato de ferro de lítio (LFP) e são consideradas mais seguras e baratas que as de íon de lítio.

Além disso, elas são mais compactas mantendo uma capacidade bastante elevada. A versão com bateria de 60 kWh pode oferecer 204 cv e um torque de 290 Nm, o suficiente para levar o Dolphin a 160 km/h.

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

A autonomia do compacto é de 427 km no modo combinado, suficiente para longas viagens. Mas se for preciso recarregar, é possível chega a 80% de carga em até 29 minutos.

BYD Dolphin 2024
BYD Dolphin 2024
Imagem: Divulgação

Interior minimalista

Segundo a BYD, todas as versões incluem aviso de colisão dianteira e traseira, frenagem autônoma de emergência, assistentes de saída de faixa e de tráfego cruzado traseiro, além de controle de cruzeiro adaptativo e câmera panorâmica com visibilidade de 360 graus.

O interior segue um conceito minimalista, com dois displays para o painel de instrumentos e central multimídia, esta de grandes dimensões. O padrão lembra o BYD Seagull, o pequeno elétrico que a marca acaba de registrar no Brasil.

Possivelmente, os primeiros emplacamentos do Dolphin servirão para que a marca prepare seu lançamento comercial nos próximos meses. Certamente ouviremos mais sobre o “golfinho chinês” daqui em diante.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções