SUV híbrido plug-in mais barato do país: avaliamos o BYD Song Plus DM-i

Modelo chega ao país por R$ 269.990 oferecendo mecânica e conjunto sofisticados
BYD Song Plus DM-i 2023

BYD Song Plus DM-i 2023 | Imagem: Divulgação

Enquanto as marcas instaladas há mais tempo no Brasil começam a intensificar a eletrificação de suas gamas, as marcas chinesas já adotam um ritmo mais intenso na apresentação de modelos mais eficientes em nosso mercado. 

Uma boa iniciativa recente ficou por conta da BYD, que adotou uma estratégia interessante para cativar alguns consumidores no país. 

A empresa vai comercializar dois novos SUVs no Brasil com tecnologias de propulsão distintas, porém o mesmo preço sugerido, cabendo ao consumidor escolher entre qual deles deseja estacionar na garagem de casa. 

Os modelos em questão, que serão comercializados por R$ 269.990, serão os SUVs Song Plus DM-i, um modelo de médio porte com propulsão híbrida plug-in, e o 100% elétrico Yuan Plus, este com o início da comercialização previsto para os primeiros meses de 2023. 

A pré-venda do Song Plus DM-i no Brasil começou em setembro, sendo que o SUV registrou um boa aceitação inicial, motivando a BYD a importar um lote adicional antes do esperado. 

Marca que começa a solidificar sua presença no segmento de automóveis de passeio, a BYD já conta com raízes profundas no Brasil. A empresa opera três fábricas no país, sendo duas em Campinas (SP) para produção de ônibus 100% elétricos e módulos fotovoltaicos e uma no Polo Industrial de Manaus, onde fabrica baterias de fosfato de ferro-lítio (LiFePO4). 

É praticamente certo que a BYD também assumirá a unidade até então ocupada pela Ford em Camaçari (BA), restando apenas um anúncio formal por parte da fabricante assim que a negociação estiver concluída. 

Primeiro contato 

Enquanto o Yuan Plus ainda não desembarca por aqui, o AUTOO conheceu o Song Plus DM-i, modelo que é o primeiro híbrido plug-in da BYD no Brasil e também o modelo mais acessível do mercado com este tipo de propulsão. 

Entre seus rivais diretos, o BYD Song Plus DM-i vai disputar clientes com o CAOA Chery Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid (R$ 279.990) e o Jeep Compass 4xe (R$ 347.300). Apesar de bem mais caro, o modelo da Jeep é o único a oferecer tração integral. 

Começando pela parte externa, o Song Plus denota a evolução dos carros chineses e como atualmente eles já não devem mais nada em relação aos demais produtos de marcas generalistas. 

Temos no Song Plus traços elegantes e harmoniosos, conferindo uma silhueta elegante ao SUV. 

O bom porte do modelo, que alcança 4,70 m de comprimento, 1,89 m de largura e 2,76 m de entre-eixos, resulta em uma cabine ampla e mais do que suficiente para transportar 5 adultos com conforto. O porta-malas para 574 litros também credencia o Song Plus como um ótimo carro familiar. 

BYD Song Plus DM-i 2023
BYD Song Plus DM-i 2023
Imagem: Divulgação

Seguindo na cabine, também notamos um cuidado criterioso na escolha de materiais e revestimentos para o interior do SUV, que também surpreende pela qualidade de montagem e a adoção de diferenciais como a tela rotativa de 12,8” da central multimídia, um recurso peculiar dos modelos da BYD.   

Outra grata surpresa envolvendo o Song Plus DM-i ficou por conta do rodar altamente sólido, silencioso e confortável, mérito do conjunto de suspensão independente nas quatro rodas, que conta com layout multibraço traseiro. 

A tecnologia DM-i presente no Song Plus agrega o motor 1.5 térmico a gasolina trabalhando com um propulsor elétrico para oferecer, de forma combinada, 235 cv e 40,7 kgfm de torque. 

BYD Song Plus DM-i 2023
BYD Song Plus DM-i 2023
Imagem: Divulgação

Segundo dados da BYD, o conjunto permite ao Song Plus acelerar de 0 a 100 km/h em bons 8,5 segundos e a autonomia totalmente elétrica do SUV alcança 51 km. No modo híbrido, por sua vez, o alcance do modelo por diversas vezes mostrou-se acima dos 1.000 km em nossa avaliação. 

Apenas como comparação, o Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid, que tem 7 lugares, oferece potência máxima combinada de 317 cv, torque de 56,6 kgfm e sua autonomia elétrica é de 77 km. Graças aos dois motores elétricos, o SUV da CAOA Chery alcança 100 km/h partindo da imobilidade em apenas 6,7 segundos. 

Voltando ao Song Plus DM-i, o modelo conta ainda com um elogiável conteúdo de itens de série, praticamente não devendo nenhum recurso em termos de conforto, segurança e tecnologia. 

BYD Song Plus DM-i 2023
BYD Song Plus DM-i 2023
Imagem: Divulgação

Temos no SUV o teto solar panorâmico elétrico, revestimento interno de couro, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, monitoramento de pontos cegos, alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa, piloto automático adaptativo, tampa do porta-malas com abertura e fechamento elétricos acompanhado por sensor de movimento, entre outros. 

Conclusão 

Se não oferece um sistema de tração integral como o Compass 4xe ou uma mecânica mais agressiva do ponto de vista de desempenho, como é o caso do Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid, o BYD Song Plus DM-i se notabiliza no segmento pela racionalidade do conjunto. 

Para quem não precisa da terceira fileira de assentos presente no modelo da CAOA Chery vai encontrar no SUV da BYD um modelo bem resolvido sob o ponto de vista do conteúdo de itens de série, conforto a bordo e do custo-benefício. 

A BYD vai oferecer 5 anos ou 200.000 km de garantia integral para o Song Plus DM-i, sendo que a bateria principal do sistema híbrido terá cobertura de fábrica por 8 anos. 

Para quem está em busca de um primeiro híbrido plug-in, talvez o Song Plus DM-i pode despontar a partir de agora como uma excelente alternativa. 

BYD Song Plus DM-i 2023
BYD Song Plus DM-i 2023
Imagem: Divulgação

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções

Tudo sobre o BYD Song Plus DM-i

BYD Song Plus DM-i