Hipercarro elétrico atinge 438,7 km/h e bate recorde de velocidade; veja vídeo

Protótipo OWL SP600 da empresa japonesa Aspark é fabricado na Itália com quatro motores
Aspark OWL SP600,  ainda na versão de protótipo, bate recorde de velocidade em pista na Alemanha

Aspark OWL SP600, ainda na versão de protótipo, bate recorde de velocidade em pista na Alemanha | Imagem: Divulgação/ Matteo Tetti/ Aspark

O protótipo conhecido pelo código OWL SP600, fabricado na Itália pela empresa japonesa Aspark, bate recorde de velocidade para um carro elétrico ao atingir a marca de 438,7km/h na lista de testes de Papenburg, na Alemanha. O feito pode ser conferido no vídeo do You Tube e entra para a historia da eletrificação no mundo. 

VEJA TAMBÉM:

Muitos detalhes exteriores e interiores tornam o recordista da Aspark um exercício de engenharia em vez de um veículo legalizado para estradas, mas olhando para o panorama geral, não é apenas um exercício de marketing. Os veículos elétricos a bateria estão ficando cada vez mais rápidos à medida que a tecnologia BEV avança.

Essa versão do protótipo Aspark OWL SP600 é um pouco mais rápido que seu antecessor e vem com quatro motores elétricos. Mas temos que lembrar que a Bugatti costumava fabricar monstros W16 quad-turbo capazes de atingir 304,773 mph (490,484 km/h) nas instalações de testes do Grupo Volkswagen em Ehra-Lessien, na Alemanha.

Quatro motores elétricos, um para cada roda

Aspark OWL SP600
Aspark OWL SP600 será um supercarro elétrico, mas ainda não há notícia sobre sua produção
Imagem: Divulgação/ Matteo Tetti/ Aspark

Em total contraste com a Rimac da Croácia – que atualmente comanda a Bugatti – e a Aspark do Japão, a Bugatti parou formalmente de perseguir recordes de velocidade. O hipercarro que substitui o Chiron tem mais a ver com manuseio e emoção do que com velocidade total, com a Rimac optando por um V16 naturalmente aspirado com assistência híbrida séria em detrimento do W16 quad-turbo de 8.0L do Chiron. Bugatti e Rimac usaram pneus Michelin em suas corridas de alta velocidade para o Nevera e o Chiron Super Sport 300+.

A fabricante Aspark, com sede em Osaka, por outro lado, é retratada com borracha Bridgestone Potenza desenvolvida especificamente para esta aplicação. O vice-presidente da Bridgestone, Steven De Bock, o CEO da Manifattura Automobili Torino, Paolo Garella, e o CEO da  Aspark, Masanori Yoshida, estavam presentes quando o OWL SP600 quebrou o recorde de hipercarro elétrico mais rápido do mundo em 8 de junho de 2024. Entretanto, ainda não se sabe quando será produzida uma versão definitiva do SP600 e qual será o volume.

Aspark OWL SP600
Aspark OWL SP600 tem aerodinâmica avançada, luzes de LED e pneus desenvolvidos pela Bridgestone
Imagem: Divulgação/ Matteo Tetti/ Aspark

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Carlos Guimarães

Jornalista há mais de 20 anos, já acelerou várias novidades, mas não dispensa seu clássico no final de semana

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil