A Honda apresentou nesta quinta-feira (14) a linha 2018 do Fit, que traz como uma das principais novidades a inclusão do sistema VSA, que agrupa os controles de estabilidade e tração, além de alguns assistentes agregados, como um item de série para todas as versões do monovolume. A informação já havia sido antecipada pelo AUTOO há cerca de um mês.

Na parte externa, o Honda Fit 2018 traz algumas mudanças pontuais. Na dianteira, o para-choque e a grade frontal foram redesenhados, sendo que as versões EX e EXL passam a contar com luz diurna de LED. Um reforço interessante para a configuração topo de linha EXL está na inclusão dos faróis com iluminação completa por LED, item até então encontrado em modelos mais caros, como o próprio Civic Touring por exemplo. Além de oferecer um campo visual bem maior à noite, os faróis contam com maior durabilidade e conferem um aspecto mais nobre à dianteira do Fit.

Na parte traseira, agora todas as versões do Fit contam com lanternas com iluminação por LED. Uma diferença em relação ao Fit 2017 é que a parte superior do conjunto passa a ser funcional. O para-choque traseiro também é novo e passa a ser bem mais encorpado. A Honda não menciona, mas eram comuns reclamações de proprietários que acabavam encostanto a tampa do porta-malas em algumas manobras, por isso o para-choque foi cuidadosamente redesenhado. Por conta dos novos para-choques, o Fit 2018 apresenta um ganho de 9,8 cm no comprimento, sendo 8 cm oriundos somente dos para-choques.

O Fit 2018 segue equipado com o motor 1.5 16V de até 116 cv com etanol em todas as versões, sendo que a única alteração mecânica significativa no modelo está em um novo conjunto de assistência elétrica para a direção que conta com um motor sem escovas. Segundo a equipe de engenharia da Honda, a novidade melhora as respostas e a sensibilidade de condução.

No campo comercial, o Fit traz novidades interessantes e um remanejamento em seu leque de versões.

A opção de entrada do modelo segue a DX, que conta agora somente com o câmbio manual de 5 marchas. Tabelada em R$ 58.700, ela traz de série ar-condicionado, direção elétrica, travas e vidros elétricos, rádio com Bluetooth e entrada USB e, a partir da linha 2018, a regulagem de altura para o banco do motorista e o já citado sistema VSA.

Acima dela, e figurando como a configuração mais acessível para quem quer o Fit com câmbio automático CVT, passa a ser a nova versão Personal. Ela será propositadamente tabelada em R$ 68.700 para atender o público que deseja realizar a aquisição do Fit com isenção fiscal, seja para as Pessoas com Deficiência (PCD), taxistas e outras modalidades. Para se beneficiar integralmente do benefício, o carro não pode ultrapassar R$ 70.000.

O Fit Personal, de qualquer forma, também poderá ser adquirido pelo público em geral e, além do câmbio CVT, acrescenta em relação ao Fit DX recursos como o sistema de rebatimento de bancos ULTRa e o controlador de velocidade de cruzeiro. Os interessados nessa versão poderão adquirir um “kit de personalização” composto por controle de áudio e telefonia no volante, câmera de ré (o rádio passa a ter um visor de 5”) e rodas de liga leve aro 15”. Procurada pelo AUTOO, a Honda informou que o preço do “kit de personalização” para o Fit Personal será de R$ 5.233. Portanto, se o cliente solicitar os opcionais, o preço do Fit Personal salta para R$ 73.933.  

Avançando na linha Fit 2018 aparece a versão LX, que agora passa a ser oferecida somente com o câmbio automático CVT. Ela é tabelada em R$ 70.100 e acrescenta, em relação ao Fit Personal básico, os faróis de neblina, rodas de liga leve aro 15” e controle de áudio no volante. 

Para quem quer mais equipamentos de conforto, o Fit EX 2018 será tabelado em R$ 75.600 e acrescenta as luzes diurnas de LED, airbag lateral, câmera de ré, apoio de braço, ar-condicionado automático digital touchscreen (novidade que chega com a linha 2018), rodas de liga leve aro 16” e borboletas no volante para operar o câmbio CVT de modo sequencial realizando a troca de 7 marchas virtuais criadas pela transmissão.

A opção topo de linha segue a EXL, tabelada em R$ 80.900, que conta com o já mencionado conjunto de faróis de LED, airbag de cortina, bancos de couro, 2 tweeters acrescentando o conjunto de alto-falantes e uma central multimídia exclusiva da versão com tela de 7”, navegador integrado e agora oferecendo conectividade com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto. O Fit EXL 2018 agora também passa a contar com o rebatimento elétrico dos retrovisores, que pode inclusive ser acionado a distância pelo telecomando da chave.

Na gama de cores, o Fit 2018 passa a contar com o reforço de duas tonalidades novas, no caso o Branco Estelar Perolizado e o Azul Boreal (metálico). Além delas, o modelo também conta com as cores Branco Tafetá (sólido), Prata Platinum e Cinza Barium (metálicas) e Preto Cristal (perolizado). O modelo segue com três anos de garantia e o início das vendas ocorrerá a partir desta semana de forma gradual em toda rede.

 
 
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
 

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/