Honda HR-V marca fim da produção da marca na Argentina

Operando no país vizinho desde 2011, marca anunciou que deixaria de fabricar por lá ainda no ano passado
Honda HR-V 2020

Honda HR-V 2020 | Imagem: Divulgação

A despedida era aguardada, mas a notícia não deixar de ser triste. No dia 21 de maio, a Honda fabricou seu último carro na Argentina. A última unidade feita no país vizinho pela marca foi um HR-V branco, pintado com faixas azuis e a representação de um sol ao centro, remetendo às cores da bandeira argentina. A decisão de não produzir mais carros por lá foi tomada em agosto de 2019, por conta das vendas abaixo do esperado.

Segundo o Argentina Autoblog, a Honda foi a primeira montadora de automóveis do país vizinho a retomar as atividades após a pandemia da Covid-19 por lá, ainda em 14 de maio. Ironicamente, ela foi a primeira a voltar a produzir carros com o intuito de parar de fabricar carros.

A ideia era fabricar uma quantidade de unidades suficiente para abastecer a rede de lojas na Argentina enquanto as primeiras unidades do novo HR-V, importado do México, não chegam no país vizinho. Agora, a linha de montagem de Campana, nos arredores da capital Buenos Aires (ARG), focará na produção de motocicletas.

Apesar de a Honda não produzir mais carros na Argentina, isso não significa que ela deixará o país vizinho, porém. Os modelos da marca continuarão a ser oferecidos por lá e a rede de concessionários continua a mesma. Apenas a origem dos carros mudará, podendo chegar de Brasil, México ou Japão. A Honda não informou quantos funcionários da fábrica serão dispensados no total, mas 500 deles já tinham aderido a um programa de demissão voluntária antes mesmo da pandemia.

Último exemplar do Honda HR-V produzido na Argentina
Último exemplar do Honda HR-V produzido na Argentina
Imagem: Argentina Autoblog/Reprodução internet