Novo Honda City parte de R$ 108.300; vendas começam só em 2022

Sedã chegará ao mercado em janeiro; opção hatchback estreia em março
Os novos Honda City e City Hatchback produzidos no Brasil

Os novos Honda City e City Hatchback produzidos no Brasil | Imagem: Divulgação

A Honda apresentou nesta quinta-feira (18) a nova geração do City nacional. Agora compondo uma família no Brasil, o sedã tradicional será acompanhado pelo inédito City hatchback, modelo que vai substituir o Fit como o veículo mais barato da marca. 

Ainda neste mês a Honda vai iniciar a pré-venda do City, porém a comercialização do sedã terá início somente em janeiro.

No caso do City hatchback, as vendas começarão apenas em março do ano que vem. Mais abaixo você confere os preços e catálogos de versões do sedã. 

Os valores do hatch, por sua vez, serão anunciados somente em janeiro, quando a pré-venda do dois volumes terá início. 

Crescendo nas dimensões, o City alcança em sua quinta geração exatos 4,54 m de comprimento, ganho de 94 mm sobre o antecessor. A largura, por sua vez, é de 1,74 m (+53 mm) enquanto a altura fica em 1,47 m (redução de 8 mm). 

O City hatchback, por sua vez, conta com 4,34 m de um para-choque a outro, a largura é a mesma do sedã e a altura é ligeiramente maior, com 1,49 m. As duas carrocerias contam com 2,60 m de entre-eixos. 

O porta-malas seguirá um ponto forte do sedã, com capacidade volumétrica de 519 litros. Ele supera grande parte de seus rivais diretos, porém fica atrás do Volkswagen Virtus (521 litros) e do Fiat Cronos (525 litros). No caso do hatch, o porta-malas é de 268 litros. 

Mecânica

O conjunto mecânico será comum para todas as versões e tipos de carroceria da gama City 2022, no caso contemplando o motor 1.5 16V flex com injeção direta e a transmissão automática CVT capaz de simular 7 marchas. 

O propulsor entrega até 126 cv com etanol ou gasolina e 15,5 kgfm de torque com o combustível derivado do petróleo. Com etanol, a força máxima é de 15,8 kgfm. 

Apesar de a Honda não declarar os dados de desempenho, citando apenas que a performance foi aprimorada em relação ao City anterior, vale destacar que, de acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, o sedã será capaz de entregar médias de 9,2 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada com etanol. Se abastecido com gasolina, as parciais atingem 13,1 e 15,2 km/l, respectivamente. 

No caso do City hatchback, as médias são de 9,1 km/l em ambiente urbano e 10,5 km/l na estrada com etanol ou 13,3 e 14,8 km/l, respectivamente, com gasolina. 

Interessante destacar duas evoluções para a transmissão CVT presente na gama City. Ela passa a contar com as funções “Step-shift”, que simula trocas de marchas com a acelerador pisado a fundo, e o EDDB (Early Down-shift During Braking). O recurso em questão “se apresenta em situações de descida. Ao notar que o motorista está pisando no freio para conter o ganho de velocidade por conta da inclinação, o CVT assume uma relação que resulta em maior aplicação de freio-motor. A ação do EDDB é automática e amplia a segurança sem afetar o consumo”, explica a Honda. 

Honda City hatch 2022
Honda City hatch 2022
Imagem: Divulgação

Sem surpresas no conjunto de suspensão, tanto o hatch quanto o sedã trazem um layout convencional, do tipo McPherson entre as rodas dianteiras e eixo de torção traseiro, porém com algumas melhorias importantes, como o uso de amortecedores com stop hidráulico e uma calibração voltada a tornar as respostas ao volante mais envolventes, adianta a Honda. 

Com mais partes da carroceria utilizando aços de alta resistência, o novo City ganhou até 20,4% em rigidez torcional na parte dianteira se comparado ao antecessor, além de 4,3 kg mais leve. Segundo a Honda, o City Hatchback é ainda 6% mais rígido na parte dianteira em relação ao sedã. 

A Honda destaca ainda que, pela primeira vez na história do City, o modelo traz espuma expansiva de poliuretano nas extremidades inferiores das colunas A e B, medida importante para aliviar ruídos e vibrações. Também foi aplicado material fonoabsorvente com espessura variável na parte inferior do compartimento do motor.

Reforço na segurança

Por fim, vale destacar que a opção Touring tanto do City Hatchback quanto do City convencional contará com o pacote Honda Sensing de assistentes de condução. Ele será composto pelo controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, farol alto com comutação automática, sistema para mitigação de evasão de pista e o alerta de colisão com frenagem autônoma também para pedestres. 

Com três anos de garantia, o City será comercializado em três versões, enquanto o City Hatchback terá apenas os catálogos mais equipados EXL e Touring. 

A paleta de cores vai varias dependendo do tipo de carroceria e contempla o Branco Tafetá (pintura sólida); Azul Cósmico, Prata Platinum e Cinza Barium (metálicas); e Branco Topázio e Preto Cristal (perolizadas), no caso do sedã. Exclusivamente na versão Touring, nas cores Branco Topázio, Cinza Barium e Azul Cósmico, o interior será de couro claro. Para as demais cores, o couro será preto.

Já o City Hatchback terá duas opções de cores a mais em relação ao sedã com a adição das tonalidades perolizadas Vermelho Mercúrio e a inédita Cinza Grafeno, que será aplicada pela primeira vez no Brasil. Para todas as cores, o interior será sempre preto no dois volumes. 

Confira, abaixo, um resumo dos preços e versões da gama Honda City 2022: 

EX – R$ 108.300

Principais itens de série: chave presencial, central multimídia com tela de 8” e espelhamento de smartphones via Apple CarPlay e Android Auto sem fio, câmera de ré, lanternas em LED, 6 airbags, controles de tração e estabilidade, rodas de liga leve aro 16”, aletas para trocas de marchas no volante, faróis de neblina, entre outros. 

EXL – R$ 114.700 

Principais itens de série: versão EX + bancos de couro, painel de instrumentos com tela digital configurável de 7”, sensor de estacionamento e sistema LaneWatch (câmera abaixo do espelho retrovisor direito para facilitar manobras de mudança de faixa). 

Touring – R$ 123.100 

Principais itens de série versão EXL + faróis full-LED, sensor de estacionamento dianteiro e o pacote Honda Sensing de assistentes de condução. 

Tags