Irmão do Ford Territory, SUV 7 lugares Equator tem novos flagras na China

SUV grande com 7 lugares nasceu da mesma parceria da Ford com marca chinesa
Novos flagras do chinês Ford Equator

Novos flagras do chinês Ford Equator | Imagem: CarNewsChina

Como o mercado brasileiro será abastecido de agora em diante com modelos importados da Ford, é sempre bom ficarmos de olho em tudo o que a fabricante está desenvolvendo ao redor do mundo.

Aqui no Brasil um dos últimos lançamentos relevantes da marca foi a estreia do Territory, SUV médio importado da China que posiciona a marca em uma das categorias mais acirradas do mercado.

Da mesma joint venture que desenvolveu o Territory, no caso a Jiangling-Ford, também chegará ao mercado chinês um inédito SUV chamado Equator.

Com 4,90 m de comprimento, 1,93 m de largura e um entre-eixos de 2,86 m, apesar do estilo um tanto quanto desajeitado de sua carroceria o grande apelo da novidade serão os 7 lugares e a expectativa de amplo espaço interno.

A previsão, segundo a imprensa chinesa, é que o Equator será lançado por lá ainda neste trimestre e, sob o capô, o modelo contará com um motor 2.0 turbo a gasolina com mais de 220 cv de potência.

Na parte interna, destaque para um novo painel com uma generosa tela que deverá abrigar as informações do painel de instrumentos e da central multimídia (nova tendência entre carros mais modernos). A ausência do túnel central traseiro também sinaliza um bom aproveitamento da área livre para os passageiros na segunda fileira de assentos.

Aqui no Brasil o segmento de SUVs 7 lugares, em especial aqueles com carroceria monobloco, está ganhando uma atenção cada vez maior por parte das fabricantes instaladas no país. O Volkswagen Tiguan Allspace conquistou uma ótima aceitação desde sua estreia, bem como o CAOA Chery Tiggo 8. A Jeep também vai entrar na categoria com um modelo inédito produzido em Goiana (PE) com lançamento previsto para o segundo semestre deste ano.

Será que o Equator seria um candidato por parte da Ford para chegar ao Brasil e atuar no segmento? Até agora não temos nenhuma informação nos bastidores que sustentem essa possibilidade. Um ponto que precisa ser levado em conta também seria a questão do preço que o Equator poderia ter aqui. Se ele se tornar elevado demais, a falta de competitividade comercial do SUV talvez possa ser um impeditivo. Vamos acompanhar.

Novos flagras do chinês Ford Equator
Novos flagras do chinês Ford Equator
Imagem: CarNewsChina
Assine a newsletter semanal do AUTOO!